Banheiro pra todos: alunos protestam a favor de trans e travestis

Cartazes colados por estudantes em banheiros de colégio deram o que falar!

Por Amanda Oliveira - 11 nov 2017, 21h31

A luta por mais direitos e igualdade em prol do movimento LGBTQ+ é antiga, mas só recentemente – e finalmente – questões como identidade de gênero têm entrado em discussão na mídia. Segundo a Lei Estadual nº 10.948, que pune qualquer discriminação contra orientação sexual ou identidade de gênero, o acesso aos banheiros é garantido de acordo como cada pessoa se identifica, seja homem ou mulher. No entanto, nem todos os lugares cumprem esta lei.

Transexuais e travestis recentemente também conquistaram o direito do nome social nas escolas. iStock/Reprodução

Alguns alunos da Escola Estadual Professor Geraldo Justiniano de Rezende Silva, localizada na região de Suzano, em São Paulo, decidiram colar cartazes nas portas dos banheiros para protestar contra o preconceito e a discriminação. Ao lado de um alerta sobre a Lei, os cartazes reforçavam que os banheiros eram para todos: trans, cis, héteros, gays, negros, brancos, gordos, magros, entre outros. 

A atitude dos alunos dividiu opiniões na internet. Muitos acreditam que a escola está fazendo o correto ao lutar contra o preconceito, além de estar devidamente cumprindo o que está na Lei. Outros, por outro lado, argumentam que a iniciativa pode facilitar abusos vindo de pessoas com más intenções.

E aí, qual é a sua opinião sobre a iniciativa dos estudantes?

Continua após a publicidade

 

Publicidade