Avião fica de quarentena por causa de casal que caçou e comeu uma marmota

O título é bizarro o bastante para ser inacreditável, mas, acredite, não é. E é bastante assustador.

Por Isabella Otto - 9 Maio 2019, 11h00

Na última sexta-feira, 3, passageiros de um avião que ia para Ulaanbaatar (ou Ulan Bator), capital da Mongólia, foram colocados de quarentena após um caos aéreo generalizado. Tudo por culpa de uma marmota. Ou, melhor dizendo, de um casal que caçou e comeu uma marmota – afinal, que culpa tem o bichinho nessa história, sejamos honestos?!

Ação de agentes de saúde no avião que foi deixado de quarentena. The Siberian Times/Reprodução

Segundo o jornal The Siberian Times, um homem de 38 anos e uma mulher de 37, moradores de Uglii (ou Ölgiy), decidiram caçar o animal, bastante comum na região, que estava contaminado pela bactéria Yersinia pestis, encontrada em muitos mamíferos roedores e que causa Peste Bubônica.

Se não tratada com rapidez, a doença pode causar a morte em menos de 24h. Foi o que aconteceu com o casal infectado, que morreu após ingerir o animal. O homem faleceu no último dia 27 e a esposa, que estava grávida, três dias depois.

A situação na Mongólia é crítica. Toda a cidade de Uglii foi colocada de quarentena. Turistas estrangeiros, que estavam só de passagem, estão impedidos de sair. Além disso, um avião foi inspecionado no aeroporto, já que havia a suspeita de que pessoas que haviam embarcado nele teriam tido contato com o casal. Dito e feito! Vários passageiros entraram em quarentena e alguns foram encaminhados imediatamente para o hospital.

Continua após a publicidade
A quarentena em Uglii. The Siberian Times/Reprodução

A Peste Bubônica dizimou mais de um terço da população europeia no século XIV. Vale também ressaltar que a caça e o consumo de marmotas, bem como de outros roedores, na Mongólia é proibido. No Brasil, o último caso registrado da doença foi em 2005.

A galera no Twitter está chocada com a notícia. E com razão. Mas algumas pessoas também começaram a questionar o porquê de o casal ter comido o animal. Olha só:

Publicidade