As “feministinhas” já desvendaram qual é a dos “machos escrotos” do BBB20

Mas eles continuam se achando com a corda toda... Pra variar

Por Isabella Otto Atualizado em 29 jan 2020, 17h49 - Publicado em 29 jan 2020, 11h57

Se vocês estão acompanhando o BBB20 e nossa cobertura aqui no site, devem ter percebido que a casa está ficando claramente dividida, a princípio, entre homens e mulheres. Isso porque os brothers se juntaram num complô para tentar eliminar todas as sisters, muito disso devido à fala de Marcela, que disse que não votaria em mulher enquanto pudesse não votar. Os caras, contudo, não entenderam o posicionamento da participante e se sentiram ameaçados, vítimas de um feminismo que eles acham que é um machismo ao contrário – mas que a gente já aprendeu há tempos que não é isso que a palavra significa nem o movimento propaga. Enfim, mais uma vez o Big Brother Brasil se mostra mais que um reality show, é um “reality da sociedade”.

Reprodução/Reprodução

Como acontece muito fora da casa, homens se sentiram ameaçados por uma mulher forte, ou, melhor dizendo, por um grupo de mulheres fortes, inteligentes, cheias de opinião, provando que mulheres empoderadas ainda assustam. Em uma conversa recente, Marcela e Giselly discutiram sobre a estratégia dos meninos da casa, que foi desmascarada por elas rapidamente. “Estou me sentindo grata por ter visto isso (…) Essa lixeira”, disse Marcela. Giselly concordou e falou que os caras acham que elas são tontinhas, mas que vai continuar se fazendo de propósito: “Quero continuar sendo sonsa [pra eles]“. “Eu não vendo minha alma. Pra homem ainda? Pra macho escroto? Não vendo (…) Eu acho que eles acham que são supremos e vão se safar”, completou Marcela.

 

Além de terem se sentido ofendidos com o fato de que Marcela vai evitar votar inicialmente em mulheres, e de Lucas tê-la chamado de “feministinha” num tom bastante pejorativo, os brothers decidiram bolar um plano e usar o Lucas como isca. A ideia é que ele, mesmo comprometido fora da casa, seduza as mulheres do BBB20, principalmente as que também são comprometidas, para que elas se queimem com o público. Talvez a inocência do homem branco hétero seja tão grande quanto sua autoestima. Primeiro, porque, vamos combinar, é muita pretensão achar que todas as mulheres ficariam caidinhas pelo Lucas. Aqui cabe um parênteses para citar a célebre frase de Petrix, que disse que era melhor os caras abrirem os olhos porque, em breve, nas festas, as mulheres iriam beber e se atirar em cima deles. Atá. Segundo, porque, aparentemente, eles se esqueceram que as pessoas fora da casa estão vendo tudo o que as câmeras estão filmando.

“Se você pega e dorme com o coiso [o Chumbo, que foi eliminado no primeiro paredão], dava uns beijos nele, isso ia gerar conteúdo”, disse o Felipe para a Gizelly, numa espécie de “conselho de amigo” que já fazia parte do plano deles. Aqui, além de ele menosprezar muito a inteligência da sister, eles objetificam descaradamente a figura da mulher: “Conteúdo”.

Continua após a publicidade

Confira a seguir a sequência de vídeos da Marcela e da Giselly desmascarando os homens do BBB20:

Vale também ressaltar mais uma fala do jogador Petrix, que disse que a Bianca Andrade não é eliminada do programa porque “é gata e gostosa”, mais uma vez mostrando que os homens do BBB20, assim como muitos caras fora da casa, acham que a maior forma de uma mulher entreter e conquistar coisas é usando a aparência a seu favor, o corpo, como se esse fosse o trunfo máximo dela.

Enquanto os “machos” do BBB20 estão preocupados em objetificar o corpo feminino, rotular as sisters, julgá-las pela aparência e minimizar o movimento feminista, as mulheres do BBB20 estão gerando muito conteúdo, mas nem de longe o que eles consideram que seja possível elas gerarem.

Homens ameaçados: como eles reagem? A gente vê por aqui. #plimplim

Continua após a publicidade

Publicidade