Alice Wegmann é a melhor pessoa dando conselhos e falando de cecê

'Mais legal que ser protagonista de novela é ser protagonista da própria vida', escreveu a atriz.

Por Isabella Otto Atualizado em 3 abr 2018, 16h57 - Publicado em 3 abr 2018, 16h52

Mais uma vez, Alice Wegmann provou que é uma das melhores amigas virtuais que podemos ter – ou que, no caso, já temos. A atriz usa constantemente o Instagram para postar mensagens empoderadoras para suas seguidoras, dividir tristezas e alegrias, perdas e conquistas. Com a estreia de Onde Nascem os Fortes se aproximando, a carioca usou a rede social para falar sobre ser mulher e as trocas de vivências na internet.

Reprodução/Reprodução

“Adoro o Instagram. Tenho recebido mensagens lindas sobre as chamadas da supersérie e gostaria de compartilhar uma coisa aqui”, começou Alice. Na sequência, ela falou sobre suas inseguranças e sobre a fama no geral. “De vez em quando, me bate um medo danado de me distanciar de quem eu sou(…) Mais legal que ser protagonista de novela é ser protagonista da própria vida e poder decidir o que quer ser. E eu escolho ser livre”, escreveu.

  • Além disso, Wegmann (é vé-gui-mãn) falou sobre algumas coisinhas que, definitivamente, só falamos com quem temos certa intimidade, como cecê e suor. “Essa coisa de ser atriz engloba outra coisa de as pessoas acharem que a gente tem sempre que estar uma fada rainha do glamour. Eu tenho cecê, às vezes, e eu não vou usar salto se eu não quiser”, admitiu. É muito legal ver a Alice falar sobre isso, não só porque ela é uma atriz da Rede Globo, mas porque ela é uma garota e garotas, muitas vezes, até hoje, são reprimidas por ter conversas do tipo. “É feio”, “é coisa de menino”… Como se meninas não fossem ao banheiro como meninos, não arrotassem como meninos, não soltassem gases como meninos… Na verdade, elas fazem tudo isso – e como meninas!

    View this post on Instagram

    adoro o instagram. tenho recebido mensagens lindas sobre as chamadas da supersérie e gostaria de compartilhar uma coisa aqui. de vez em quando, me bate um medo danado de me distanciar de quem eu sou. ser atriz coloca a gente numa evidência que me apavora. andei pensando nisso desde o carnaval que passei na bahia esse ano. quando tava no meio da pipoca, olhei pra cima e pensei: ano que vem, quero estar aqui de novo. digo, aqui mesmo, no meio dessa gente toda, suada desse mesmo jeito, sem me preocupar se o glitter tá cagando demais a minha cara. essa coisa de ser atriz engloba uma outra coisa das pessoas acharem que a gente tem sempre que estar uma fada rainha do glamour. rapaz. eu gosto de sentar no chão da casa dos outros. eu tenho cecê às vezes. e eu não vou usar salto se eu não quiser, no dia. tirar foto é muito legal quando pedem com carinho. mas não tanto quando fazem isso sem te pedir, ainda mais quando você tá comendo um temaki. e acho que tudo bem não gostar disso. tenho vinte e dois anos e uma vida inteira pela frente, e tenho medos, tenho inseguranças, mas tenho um encantamento pela vida e uma vontade de mudar as coisas e tocar as pessoas e ser feliz e fazer os outros felizes também. com glitter cagado e no meio de uma pista de dança, preferencialmente. tá chegando perto de mais uma estreia, talvez a que mais me deixou ansiosa até hoje, e revi com um amigo uma cena de Rei Leão em que o Mufasa fala pro Simba: “nunca esqueça de quem você é”. acho que essa frase vale pra todo mundo, e por isso resolvi escrever aqui. mais legal que ser protagonista de novela é ser protagonista da própria vida e poder decidir o que se quer ser. e eu escolho ser livre. 🖤🌵🌟

    A post shared by Alice Wegmann (@alice.weg) on

    No relato, Alice também disse que tem “um encantamento pela vida e uma vontade de mudar as coisas”. Nós achamos que ela já sabe, mas gostaríamos de lembrá-la de que ela já está fazendo isso – assim como tantas outras garotas por aí.

    Valeu, Alice, e valeu também você que está lendo esta matéria e não tem medo de ser quem é, mesmo que o mundo continue te dizendo que você é uma garota e, por isso, precisa estar sempre com o cabelo impecável, a unha feita, a pele cheirosa e macia, um salto alto nos pés e um “porte de mocinha”. Blá, blá, blá…

    Continua após a publicidade
    Publicidade