A batalha de Sarah Hyland contra a dor: 16 cirurgias e um quase suicídio

A atriz de 'Modern Family' luta contra problemas de saúde desde antes dos 4 anos e é uma verdadeira guerreira.

Por Amanda Oliveira Atualizado em 19 jan 2019, 19h14 - Publicado em 19 jan 2019, 10h02
promoção volta às aulas capricho 2019
Gif/CAPRICHO

Quem assiste as cenas engraçadas de Sarah Hyland no seriado de comédia Modern Family não imagina como a vida da atriz é complicada desde que ela era apenas uma criança. Logo cedo, ela foi diagnosticada com displasia renal, uma condição que ocorre quando um ou os dois rins do feto não se desenvolvem de maneira esperada. Desde então, Sarah trava uma longa batalha contra o avanço dos problemas renais e outras dores que não prejudicaram apenas sua saúde física, como também a mental.

Sarah Hyland já foi submetida a 16 cirurgias por seus problemas de saúde. Matt Winkelmeyer/Getty Images

Em um desabafo à revista Self, Sarah revelou que foi submetida a 7 cirurgias antes dos seus 4 anos. Aos 20, mais uma cirurgia. Outra aos 21. Depois dessa, Sarah descobriu que também tinha endometriose e uma laparoscopia entrou na lista. Um tempo depois, ela passou a sofrer com uma hérnia que passou despercebida por um longo tempo. Mais uma cirurgia para a conta. Ao todo, a atriz coleciona 16 cirurgias em um período de 27 anos – e grande parte delas deixou cicatrizes. Cicatrizes que ela nunca teve vergonha de mostrar.

Em 2012, Sarah realizou sua primeira cirurgia de transplante de rim, doado por seu pai. O órgão, contudo, acabou sendo rejeitado pelo corpo da atriz alguns anos depois, em 2017. Durante um longo tempo, ela chegou a ficar internada no hospital para realizar procedimentos na tentativa de salvar o rim doado. “Quando você tem um transplante de órgão, é basicamente como se houvesse algo estrangeiro no seu corpo. Seu sistema imunológico irá querer atacar essa coisa, como se dissesse ‘O que é isso? Isso não deveria estar aqui’“, a atriz explica.

Para tentar salvar o órgão, Sarah iniciou uma diálise, procedimento médico que filtra o sangue da forma que os rins deveriam fazer, que deveria ser feita algumas vezes na semana. “Nós fizemos todos os testes e tratamentos para salvar o rim. Natal, Ano Novo, Dia de Ação de Graças, meu aniversário, todas essas datas eu passei no hospital“, Sarah lembra. Como ela sempre foi muito dedicada e viciada no trabalho, ela também fazia questão de tentar conciliar as idas ao hospital com seus trabalhos de atuação. Nada funcionou e os médicos tiveram que remover o rim doado pelo pai de Sarah e fazer um novo transplante, dessa vez com um órgão doado pelo irmão mais novo da atriz, Ian. O novo transplante novamente doado por um familiar deixou Sarah mais assustada do que feliz, visto que ela não queria que falhasse novamente. “Quando um membro da sua família te dá uma segunda chance na vida, e ela falha, quase parece que é sua culpa. Não é. Mas parece“, diz.

Sarah Hyland mostra suas cicatrizes sem vergonha nenhuma. Reprodução/YouTube

Ao ficar em repouso por muitos meses, Sarah acabou perdendo bastante peso. No começo de 2018, ela publicou uma foto em que mostrava estar pesando 39kg e disse que estava esperando ganhar peso para ser liberada a fazer academia novamente. Na época, muitas pessoas compartilhavam suas fotos e a acusavam de estar promovendo anorexia. “Eu quero que garotas jovens saibam que essa NÃO é minha intenção. Minhas circunstâncias me colocaram em um lugar onde eu não estou no controle de como meu corpo se parece“, escreveu de volta.

No mesmo mês, Sarah escreveu um desabafo em sua conta no Twitter. “Para aqueles que estão cronicamente doentes e com dores: Você já teve a experiência de os médicos não estarem ouvindo você? Se sim, como você não arranca a cabeça com as próprias mãos?”, perguntou aos seguidores. Embora não tenha deixado exatamente claro de qual doença crônica estava falando, os problemas causados displasia renal podem ser o motivo por trás das dores fortes que ela sente. “O que estou tentando dizer é que para todos com essa minha doença invisível, doença crônica, guerreiros de dores crônicas, continuem a fazer o que você ama. Encontre o que você ama e se concentre nisso porque isso é muito melhor do que qualquer tipo de dor física“, concluiu.

  • Complicações dos problemas renais, descoberta da endometriose, dores da hérnia, a rejeição do órgão que o pai havia doado e a pressão de receber um novo rim de seu irmão mais novo se juntaram em um turbilhão de pensamentos que abalaram o psicológico de Sarah. “Eu estava muito deprimida. Por um longo tempo, eu estava contemplando o suicídio. Eu tinha passado 26 anos sendo sempre um fardo, tendo que ser olhada, cuidada, porque eu sempre tive problemas de saúde. E é um sentimento realmente impotente“, conta.

    Atualmente Sarah está estável, mas acredita que é difícil superar tudo isso mentalmente. “Eu acho que o amor é a coisa mais importante na Terra. Obviamente, amor e saúde, mas o amor vai te fazer passar por isso. É o que me mantém indo em frente”, diz. A lista com todos os problemas de saúde é forte, mas ainda não é nada perto da lista com todas as coisas que ela ama: seus cachorros, seu namorado, sua família, seu trabalho. “Essa lista [de saúde] não para, mas ela não me impede de nada. Eu não vou deixar“, comenta.

    Sem dúvida nenhuma, todos nós temos um pouco a aprender com a história incrível de Sarah Hyland. Que exemplo de superação e força! <3

    Continua após a publicidade
    Publicidade