Continua após publicidade

8 “red flags” para levar em conta antes de começar qualquer relacionamento

Esses "sinais vermelhos" são alertas que não podem passar despercebidos

Por Bruna Nunes Atualizado em 11 fev 2023, 09h42 - Publicado em 12 fev 2023, 10h01

Foto de stock de Uma cidade atravessando com um semáforo, semáforo com forma vermelha de coração em semáforo

Não existe regras para o amor e cada relacionamento tem sua individualidade, mas às vezes a gente se coloca em umas emboscadas que estavam com um sinal de alerta bem grandão na nossa frente. As chamadas “red flags” (“bandeiras vermelhas”) são exatamente sobre isso. A CAPRICHO reuniu hoje 8 sinais para você fugir desse rolo, que é cilada.

1. A pessoa só fala dela

Essa é a famosa síndrome do narcisista. Repare bem: se a pessoa consegue fazer com que tudo vire sobre ela, corra! Além disso ser chatíssimo, pode se tornar um baita motivo para brigas. “Aí porque eu isso..”, “não, porque eu aquilo”, “eu ‘tô’ assim”… Meu bem, nem tudo é sobre você, viu?!

2. QUALQUER sinal de agressividade

Essa aqui parece óbvia, mas muita gente caça motivo para justificar atitudes agressivas e quando vai ver, esses episódios se tornam recorrentes. Se a pessoa explode com você, soca a parede, grita e mostra outros comportamentos agressivos, não pense duas vezes: vá embora, saia dessa, por favor!

Continua após a publicidade

3. Relacionamentos mal resolvidos do passado

Olha, se o outro acabou de terminar um namoro ou tem um rolo mal resolvido, como que irá iniciar algo 100% com você? Isso também vale para quem demonstra não ter superoado o/a ex. Você não é a cura de ninguém, muito menos merece alguém que goste de outra pessoa.

Ross e rachel
Huff post/HBO max/Reprodução

4. Vocês não têm nada em comum

Sim, existe aquele velho papo de “os opostos se atraem”, mas, calma lá, que não é bem assim. Vocês não precisam ser iguais em tudo, porque isso é até sem graça, mas é ótimo ter consenso em algumas coisas. Imagina não concordar com nada ou não gostar de nada que o outro faz?

5. A pessoa tem medo de se comprometer

Relacionamento é sobre compromisso, ou seja, como construir uma relação com alguém que tem medo de compromisso ou pior: não se compromete com nada nem ninguém?

Continua após a publicidade

6. A pessoa julga demais os outros, o tempo todo

Tem gente que se acha o próprio jurado da vida. Critica tudo e todos, nunca está satisfeito com nada, quem garante que a próxima “vítima” não vai ser você? Socorro! Imagina se isso te gera uma paranoia e você fica com medo de não estar agradando?

7. Não sabe fazer nada sozinha

Ninguém precisa ser a pessoa mais decidida do mundo e muito menos ser 100% independente a ponto de nunca aceitar ajuda, mas também não dá para ser dependente demais, né?

8. Te enxerga como centro de ajuda

Você não é, e nem deve, ser vista como centro de reabilitação de alguém. Claro que você pode apoiar, sim, quem você gosta, e com certeza pode fazer o que estiver ao seu alcance para ajudar, mas é exatamente isso: o que estiver ao seu alcance. Algumas pessoas precisam de ajuda profissional, por exemplo, seu papel não pode substituir isso.

Continua após a publicidade

Claro que cada um é cada um, mas um aviso sempre cai bem. Agora é com você, quais coisas você considera “red flag” em alguém? Conta pra gente!

Publicidade