16 vezes que Pitty deu uma aula de feminismo no Twitter | Capricho

16 vezes que Pitty deu uma aula de feminismo no Twitter

Não só feminismo: educação e respeito ao próximo também.

Por Isabella Otto Atualizado em 10 jun 2018, 16h21 - Publicado em 30 nov 2015, 14h40

Nós acreditamos que as redes sociais podem ser usadas a nosso favor, como forma de aprendizado, conhecimento, discussão, liberdade de expressão; não como caminho para o bullying, para o desrespeito e para a imposição.

1. Quando a cantora foi contra a segregação das minorias, que continuam sendo deixadas de lado e tratadas como… Minorias. Tsc, tsc.

 

2. Apesar do incrível discurso da Patricia Arquette no Oscar, muita coisa ainda precisa ser mudada e Pitty deu esse alerta na rede social.

 

3. O trecho abaixo foi retirado do livro Sejamos Todos Feministas, da autora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie. O que isso prova? Conhecimento é a base para qualquer debate. E debates nunca são demais!😉

 

4. Quando Pitty foi linda e deixou todas nós iludidas querendo esse grupo de discussões para ONTEM! Já pode colocar o nome na lista? o/

 

5. Lembra daquele debate (não foi discussão, galera) entre a Pitty e a Anitta no programa Altas Horas, da Rede Globo? Pois é. Na época, a internet veio abaixo, mas a Pitty fez questão de esclarecer as coisas e precisou de apenas três tweets para isso. Esse:

 

6. Esse:

 

7. E mais esse:

 

8. Quando substituiu as vogais indicativas de gênero “a” e “o” pela letra “x”.

 

9. Quando, em menos de 140 caracteres, escreveu algo que todo mundo deveria colcar na porta da geladeira. Você não é menos feminista porque usa batom vermelho. É sério.

 

10. A ditadura da beleza já impõe tanta coisa… Qual é a necessidade de pregar regras e mais regras? Fala aí, Pitty!

 

11. #LiberteSeuCabelo #LiberteSuaOpinião #Liberte-Se

 

12. Quando ela mostrou quem manda nessa bagaça… Brinks. Quando comemorou o fato de ser a primeira mulher a cantar a música de abertura da Malhação. “E em tudo que eu faço existe um porquê. Eu sei que eu nasci pra saber!”

 

13. Até quando?

 

14. Falou e disse.

 

15.❤

 

16. Obrigada, Pitty.

 

Bônus:

A foto baixo foi postada pela cantora há doze meses. Na época, a hashtag #EuSouMinha estava sendo viralizada por conta de uma pesquisa, que revela que as pessoas realmente acreditam que mulheres são estupradas porque pedem (seja por causa do comprimento da roupa, seja por conta do comportamento na balada). “A pesquisa do IPEA só mostra que precisamos repetir até que todos entendam. Vamos?”, escreveu Pitty como legenda da imagem.

View this post on Instagram

o resultado da pesquisa do IPEA só mostra que precisamos repetir até que todos entendam. vamos? #EuSouMinha

A post shared by ⚡️PITTY⚡️ (@pitty) on

VAMOS, PITTY! E você, vem com a gente? #GirlPowerCH

Continua após a publicidade
Publicidade