15 vezes que o vôlei do Brasil provou: união feminina faz toda diferença!

A Seleção Brasileira Feminina de Vôlei está na final dos Jogos Olímpicos de Tóquio mostrando sororidade e um baita trabalho lindo de equipe

Por Isabella Otto Atualizado em 26 ago 2021, 12h32 - Publicado em 6 ago 2021, 12h05
de um lado, o hidratante, o perfume e a máscara facial hello stars, dispostos lado a lado. De outro, as frases: Cada estrela é única, como você. Conheça a nova linha Hello Stars. Todos os elementos estão em um fundo azul escuro com estrelas que brilham
CAPRICHO/Divulgação

Nunca é só esporte. E engana-se quem ainda pensa que é só um lance físico. Tem a ver com saúde mental, dedicação, superação, encontros, trocas, confiança, fé, um pouquinho de sorte… E a Seleção Brasileira de Vôlei está mostrando isso em Tóquio de uma maneira contagiante – tipo o sorriso da Fê Garay!

Na manhã desta sexta-feira, 6, horário de Brasília, o time venceu a Coreia do Sul por 3×0 e carimbou seu passaporte para a final das Olimpíadas, contra os EUA, que rola na madrugada de domingo, à 1h30, também no horário de Brasília. Uma curiosidade sobre o jogo da semi? Todos os sets foram 25×16!

  •  

    A seguir, você relembra 15 momentos em que nossas craques do vôlei provaram que a união feminina fez toda a diferença em Tóquio:

    1. Quando a Gabi ~entregou o jogo~ em uma entrevista para a Band e disse que o entrosamento entre as atletas é o diferencial

    2. Quando a Rosamaria ajudou a Macris com a cadeira de rodas após a levantadora sofrer uma lesão no tornozelo durante partida contra o Japão

    Rosamaria empurrando a cadeira de rodas da Macris, após a jogadora sofrer uma lesão no pé em partida contra o Japão em Tóquio. Macris está sentada, segurando a perna lesionada para cima.
    Toru Hanai/Getty Images

    3. E não dá pra não colocar esse momento da Macris dando um abração no fisioterapeuta Fernandinho, depois de jogar sua primeira partida após se recuperar da lesão em questão de dias. Trabalho em equipe é isso aí: junta todo mundo!

    4. Ao entrar no lugar de Macris, Roberta podia estar sentido a pressão – e provavelmente estava -, mas fez excelentes partidas e dedicou a vitória do fatídico jogo contra o Japão para a sua colega de posição.

    Ver essa foto no Instagram

    Uma publicação compartilhada por Roberta Ratzke (@robertaratzke)

    5. O apoio que as meninas deram para a Rô foi  lindo de ver! Sempre a incentivando, a colocando para cima, a encorajando…

    6. União que faz a força, né?

    7. E essa dobradinha de Carol celebrando um ponto do jeitinho que a gente gosta? Com a energia que só os brasileiros têm!

    Carol Gataz e Carol abraçadas durante comemoração de ponto em jogo contra a Coreia do Sul. Elas estão de costas para a rede e sorrindo.
    Toru Hanai/Getty Images

    8. Se você não sentir toda a união dessa equipe com esse abraço coletivo, é porque o seu coração já está mais gelado que a Rússia no Inverno

    Jogadoras do Brasil dando uma braço coletivo após vitória contra a Rússia nas quartas de final de Tóquio 2020
    Dimitris Isevidis/Anadolu Agency/Getty Images

    9. Não tem como não falar de novo da Rosamaria, que sempre entra cheia de gás nas partidas e colocando o time pra cima, e se tornou peça-chave para as vitórias do Brasil

    Ver essa foto no Instagram

    Uma publicação compartilhada por Rosamaria Montibeller (@rosamaria9oficial)

    10. Parceria que começa fora da quadra e se intensifica dentro dela

    11. E parceria que garantiu ao Brasil uma vaga na semifinal das Olimpíadas de Tóquio!

    Jogadores e equipe técnica do Brasil posa para foto após vaga garantida na semifinal. Eles estão felizes, com os braços para a cima e segurando a bandeira do Brasil
    Toru Hanai/Getty Images

    12. A comemoração após a vitória foi entusiasmante, com o bônus da ginasta e medalhista histórica olímpica, Rebeca Andrade, celebrando junto na arquibancada

    13. E a Camila Brait e a Natalia nesse momento de conexão após superarem a Coreia do Sul e garantirem para o Brasil, pelo menos, a prata em Tóquio?!

    Camila Brait e Natalia se abraçando após vitória contra a Coreia do Sul na semifinal das Olimpíadas. Elas estão com os olhos fechados e sorrindo.
    Toru Hanai/Getty Images

    14. Porque não importa se é competição, o espírito esportivo tem que ser esse aqui:

    15. Obrigada, craques da Seleção Brasileira de Vôlei! Cada uma de vocês é responsável por botar um sorriso no rosto dos brasileiros

    Ver essa foto no Instagram

    Uma publicação compartilhada por Fernanda Garay (@fegaray)

    Continua após a publicidade
    Publicidade