11 razões para crer que essa Copa do Mundo foi pra lá de imprevisível!

Desculpa, Canarinho Pistola, mas a mascote desta Copa do Mundo definitivamente foi a zebra...

Por Amanda Oliveira 9 jul 2018, 12h10

Algumas semanas atrás, antes da Copa do Mundo começar, a CAPRICHO preparou um guia com tudo que podíamos esperar dos jogadores e das Seleções desta edição do torneio. Não lembra? A gente te ajuda! Entre as nossas apostas dos países que mais tinham chances de chegar à final, por exemplo, estavam a Alemanha, a Espanha e a Argentina… Passamos um pouco longe de acertar, mas quem não se surpreendeu com essas eliminações, né?

Por isso, separamos algumas das maiores surpresas que nos fazem acreditar que esta Copa foi a mais maluca de toda a história do mundial. E ainda nem chegamos na semi final, hein?

  • 1. Pra início de conversa, uma Copa do Mundo sem Itália e Holanda já tinha tudo para ser uma Copa estranha

    Infelizmente, as Seleções da Itália e Holanda, que são fortes potências no futebol mundial, ficaram de fora das classificatórias para a Copa do Mundo de 2018. Será que se elas tivessem participado, alguma coisa teria sido muito diferente?

    2. Alemanha perdeu na fase de grupos, ficou em último lugar entre os quatro países e ainda foi eliminada pela Coréia do Sul

    Apesar de muitos brasileiros guardarem ~um pouquinho~ de rancor do 7×1, não dá para dizer que não esperávamos que a Alemanha fizesse uma boa Copa. Afinal, era ela a atual campeã, não é?

    3. Mas, mesmo com todo esse azar, os alemães surpreenderam nos acréscimos contra a Suécia

    E que surpresa, hein? Uma cobrança de falta nos últimos segundos da partida podia nem parecer uma ameaça muito grande para a Suécia, mas o Toni Kroos caprichou em um dos gols mais bonitos da Copa. Olha só:

    4. Alguns jogadores que prometiam muito acabaram fazendo bem pouco. Por exemplo, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo (apesar dos gols) erraram pênaltis

    É claro que em toda Copa do Mundo, a gente sempre espera ver “os melhores do mundo” com ótimos desempenhos em campo – e por isso, é sempre uma surpresa vê-los errando pênaltis. O Cristiano Ronaldo pelo menos deixou alguns bons gols na lista de Portugal, mas Messi tava sem sorte mesmo nessa Copa, né?

    5. Já outros jogadores que eram convocações duvidosas para muitas pessoas surpreenderam positivamente. Na Seleção Brasileira, por exemplo, temos o Fagner

    Quando Tite convocou os jogadores da Seleção, muitos duvidaram que o lateral direito fosse bom o suficiente para ser convocado – e até há quem disse que foi só ~clubismo~ do Tite! Mas, ao subir de reserva para titular após a lesão de Danilo, Fagner surpreendeu quem duvidou dele. Até o jogo contra o México, o lateral já contabilizava 11 desarmes em partidas, mesmo número que Casemiro.

    6. A Rússia fez 5 gols na Arábia Saudita e ainda derrotou o Egito e a Espanha. Oi?

    Apesar de ser a anfitriã da Copa do Mundo de 2018, vamos ser sinceros: ninguém esperava muito da Rússia. Antes da Copa, a Seleção russa estava há mais de 7 meses sem ganhar uma partida de futebol, mas já entrou no torneio fazendo uma goleada de 5 a 0 contra a Arábia Saudita. É aquele ditado, né? Não está mais aqui quem falou…

    7. Argentina foi eliminada nas oitavas de final

    Alguns dizem que a Alemanha é a grande rival do Brasil na Copa, outros seguem afirmando que a Argentina é definitivamente a maior inimiga dos brasileiros. Tem até quem diga que Portugal foi adicionada na ~lista negra~, viu? Mas, assim como Portugal e Alemanha, a Argentina também foi eliminada da Copa do Mundo sem nem ter a chance de disputar tantas partidas. Será que todas essas eliminações aconteceram pela força do ódio brasileiro? (risos).

    8. Será que podemos falar sobre o VAR? Ele estava presente em praticamente TODAS as partidas!

    Com certeza, uma das surpresas mais polêmicas da Copa do Mundo de 2018 foi a inclusão do árbitro de vídeo, apelidado de VAR. Ele fica quietinho lá na sala dele, mas quando acontece algum lance duvidoso e o árbitro pede a opinião do árbitro de vídeo, fica aquele suspense até chegar o ~veredito final~. E o tanto de polêmica que ele causou nessa Copa, hein?

    GIPHY/Reprodução

    9. A Seleção Japonesa surpreendeu. Muito. E quase derrotou a Bélgica!

    Assim como não esperávamos muito da Rússia, o Japão também entrou na lista das Seleções que mais surpreenderem pelo ótimo desempenho. No jogo contra a Bélgica, por exemplo, os japoneses começaram a partida na vitória por 2 gols – e até parecia que nem eles acreditaram no que aconteceu! Infelizmente, a Bélgica conseguiu virar nos últimos segundos e o Japão acabou sendo eliminado. Mas, ainda assim, jogou bonito <3

    10. Tivemos goleadas que não foram nível 7×1, mas chegaram muito perto…

    Uma Copa do Mundo que começa com 5×0 promete, no mínimo, boas goleadas para o resto do torneio, né? E foi bem isso mesmo. Nenhuma chegou a superar o 7×1 da Copa de 2014, mas tivemos um 6×1 no jogo entre Inglaterra e Panamá. Pode parecer vergonhoso para muitas pessoas, mas mesmo que estivesse tomando essa goleada, a torcida do Panamá comemorou o primeiro gol da Seleção em uma Copa do Mundo como se fosse um título. Que lição eles deram, não é?

    11. A Islândia chegou para disputar sua primeira Copa do Mundo e trouxe a melhor torcida da edição

    E falando em torcidas inesquecíveis, o que foi a Islândia nessa Copa? A Seleção do menor país do torneio marcou as partidas com suas palmas islandesas no melhor estilo viking. Thor, em algum lugar por aí, deve ter ficado orgulhoso!

    Fica para sempre, Copa! <3

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade