10 provas de que a carência bateu forte

Ninguém me ama, ninguém me quer.

Por Isabella Otto Atualizado em 24 ago 2016, 12h50 - Publicado em 5 jun 2016, 14h00
Tem épocas da vida em que simplesmente queremos dividir nosso dia a dia com alguém: nossas conquistas, nossos medos, nossos desesperos, nossas aflições, nossas felicidades. E quando esse alguém não existe, nós dividimos tudo isso aí com o pote de sorvete. Ou com o chocolate. Ou com aquela peça de roupa bem cara. Ou com o crush platônico da comédia romântica. Ou com o lenço de papel. Ai! Será que você pode emprestar um pra gente? 
 
1. Você se apega muito fácil. Vinte minutinhos conversando já é o suficiente para você
imaginar uma futura casa, cachorros e viagens com o crush. 
 
2. Tem medo de ser rejeitada por tudo e todos. Você não consegue nem pensar na
possibilidade de ser deixada de lado pelos seus amigos e acaba ficando muito
triste quando descobre que eles saíram sem você.
 
3. Passa o dia inteiro se imaginando em uma história de amor superlinda e
elaborada com o pretendente.
Sua mente funciona como se você fosse uma roteirista de filmes românticos com direito a tudo: como se conheceram, uma possível briga, um final feliz…
 
4. Escuta músicas românticas loucamente. Entrar em um carro ou sentar no transporte
público são momentos certeiros em que você vai escutar canções melosas, encarar a janela
e imaginar como seria ter um crush correspondido uma vez na vida.
 
5. Você se sente muito mal quando visualizam e não respondem sua mensagem.
Pode ser que a pessoa esteja apenas atrapalhada com a vida, mas você só consegue pensar
que ela não gosta mais de você.

6. Já que a carência é grande, você abraça todo mundo, toda hora, chicletinho total.
Nem o ursinho de pelúcia escapa de dormir com você!
 
7. Pode ser no parque, na rua, na estação de metro. Você encontra casais apaixonados
em todos os lugares. Parece perseguição!
 
8. Você assiste a comédias românticas como se não houvesse amanhã e se imagina
no papel da protagonista.
 
9. Stalkea os crushes sempre que tem um tempinho livre: antes de dormir, no banheiro,
no transporte público, quando está comendo… Toda hora é hora de ver as fotinhos novas e
imaginar como a vida seria linda se você estivesse lá com ele.
 
10. Está sempre disponível para sair com os amigos e responde as mensagens
nas redes socais na mesma hora. No fim, isso é bem chato, porque você sempre acaba
sendo mais presente na vida deles do que eles na sua. Snif.
 
Desculpa, estamos um pouco sentimentas… Você também?
 
Publicidade