Tudo o que você precisa saber sobre tranças nagô

O look, além de lindo, é cheio de estilo. Você curte?

Por Da Redação Atualizado em 17 ago 2016, 16h40 - Publicado em 11 jul 2015, 12h20

As tranças nagô são um sucesso absoluto – várias celebridades e muitas meninas nas ruas já adotaram o look. E não é à toa. O penteado é lindo, prático, versátil e muito estiloso. Isso sem contar a herança cultural, ligada à história africana. Ficou a fim de adotar o visual? Então, tire todas as suas dúvidas sobre o assunto agora mesmo!

Jeniffer Nascimento e Jourdan Dunn foram algumas das famosas que aderiram ao visual

Dá para trançar todos os tipos de cabelo

A trança nagô pode ser feita em qualquer textura de fio, dos lisos aos crespos. Porém, antes de investir no look, é necessário analisar a saúde do seu cabelo. Se ele estiver muito fraco ou se você tiver feito alguma química, é preciso esperar um tempo para que os fios se recuperem. Caso contrário, eles podem não aguentar o peso das tranças – e aí não tem jeito, vão quebrar. Procure um cabeleireiro para avaliar tudo isso.

As opções que você pode escolher

Existem duas possibilidades: trançar os fios apenas com o cabelo natural da pessoa ou adicionar o jumbo, uma espécie de opção sintética. No primeiro caso, o resultado é um penteado mais natural, com tranças finas. No segundo, você cria uma trança com mais volume e comprimento. Caso queira, também dá para escolher um jumbo colorido.

O processo

Você vai precisar de algumas horas no salão, ok? Quem opta pela trança tradicional (sem fios extras) pode levar até três horas para fazê-la. Para o penteado com o jumbo, o tempo de execução é mais longo e pode chegar a seis horas. O cabelo é lavado apenas com xampu e trançado bem rente à raiz. Se quiser fazer desenhos com as tranças, essa é a hora!

Como funciona a manutenção

As tranças podem ficar até dois meses sem retoques – este tempo é maior para quem adiciona o jumbo. Os cabeleireiros recomendam que, antes de fazer a manutenção, a pessoa deixe os fios sem as tranças por alguns dias. Neste período, ela aproveita para hidratá-los e para tratar o couro cabeludo.

Alicia Keys e Amandla Stenberg também já usaram as tranças

Os cuidados no dia a dia

É preciso dar atenção especial à lavagem dos fios, que deve ser feita uma vez por semana. Aposte em um xampu específico para o couro cabeludo (aplicado apenas nessa região). Fuja dos produtos hidratantes, pois eles tendem a deixar as tranças com aspecto oleoso – e elas podem até se desfazer.

Continua após a publicidade

Na hora de secar…

Depois do banho, é necessário secar a raiz e cada uma das tranças para evitar problemas mais sérios, como os fios ~mofarem~. Posicione o secador no jato médio e mantenha distância das mechas. O calor pode danificar inclusive o cabelo sintético, viu!

Vou ter frizz?

Dormir, lavar os fios, secá-los… Tudo isso causa o frizz e, mesmo com o cabelo trançado, ele pode aparecer. Se surgir em excesso, a dica é retocar as tranças com mais frequência.

Trança não é sinônimo de monotonia

Aproveite para se jogar na criatividade e inovar o visual. Rola fazer coque alto, baixo, semipreso, usar acessórios… Qualquer uma das opções vai ficar incrível!

Dá para tirar em casa

Para remover as tranças não é preciso ir ao salão. Retire o elástico de silicone que prende as mechas e, com os fios umedecidos, aplique leave-in. Em seguida, é só desfazer cada uma das tranças. De cara, os fios ficam marcados, mas voltam ao normal com as lavagens.

E aí, curtiu saber mais sobre as tranças nagô?

Quem deu as informações: Chris Oliveira, hairstylist do salão Cia. das Tranças, e Pietro Trindade, hairstylist.

Continua após a publicidade
Publicidade