Tabu: pesquisa mostra como menstruação afeta autoestima de jovens

A CAPRICHO fez um estudo sobre os sentimentos e as dúvidas de garotas entre 12 e 25 anos quando o assunto é menstruação

Por Da Redação - Atualizado em 23 jul 2018, 18h40 - Publicado em 9 mar 2018, 19h19

Com as mulheres cada vez mais empoderadas, temas do dia a dia feminino ganham um espaço maior de discussão – e, aos poucos, vão deixando de ser tabus. O caminho, porém, ainda é longo, miga. Quer um exemplo? A CAPRICHO, com apoio da Abril Inteligência, a pedido da Johnson & Johnson, para o desenvolvimento da nova campanha de Sempre Livre, fez uma pesquisa que mostrou, entre outros resultados, que 59% das jovens entrevistadas se sentem menos confiantes durante o período menstrual. Bastante, né?

Reprodução/Reprodução

A pesquisa Tabus da Menstruação levantou necessidades e dúvidas que garotas entre 12 e 25 anos (de todas as regiões do Brasil) têm sobre o assunto. Além de afetar a segurança, a menstruação também diminui os sentimentos de felicidade, força e poder, segundo o estudo.

Vergonha é um sentimento presente entre muitas jovens: 18% das meninas entre 12 e 14 anos têm dificuldade de falar sobre menstruação. Entre as garotas de 15 a 17 anos, a taxa é de 10%. O medo de manchar a roupa é o sentimento mais comum entre as entrevistadas (55% na faixa etária de 12 a 17 anos). E é por isso que muitas delas se privam de certas coisas quando estão menstruadas. Cerca de 70% do total de pessoas que responderam a pesquisa, por exemplo, deixam de entrar na piscina e no mar ou evitam usar roupas brancas. Em porcentagens menores aparecem hábitos como usar roupas apertadas (30%) e praticar esportes (20%). Resumindo: 55% delas veem a menstruação como algo negativo.

Reprodução/Reprodução

Por outro lado, o estudo aponta o crescimento de uma abertura para a “naturalização do corpo” – e é aí que a menstruação vai deixando de ser tabu. Comentários que falam do assunto de forma depreciativa, com expressões como “sangue sujo”, são minoria – menos de 5% do total.

Além disso, garotas de 12 a 14 anos (51%) mostraram que, quando menstruaram pela primeira vez, tinham mais conhecimento sobre o que estava rolando e, consequentemente, encararam o acontecimento com mais naturalidade e menos vergonha. Entre jovens de 18 a 25 anos, a taxa de foi de 45%.

menstruação
Trabalho da fotógrafa Hannah Altman Hannah Altman/Divulgação

Essa é a prova de que informação é algo superimportante, né? Meninas que entendem do assunto enxergam a menstruação de um jeito mais aberto e com menos tabus.

Dá só uma olhada na campanha de Sempre Livre que a pesquisa inspirou:

Se identificou com os resultados? O que você gostaria de saber sobre o tema?

Continua após a publicidade
Publicidade