Maquiador “transforma” mulher branca em negra e gera polêmica

As pessoas o acusaram de fazer blackface

Por Da Redação Atualizado em 5 nov 2019, 16h13 - Publicado em 2 jun 2017, 12h35

Dias atrás, o maquiador por trás do perfil de Instagram @paintdatface, que vive em Los Angeles, resolveu compartilhar a imagem abaixo na rede social. Nela, uma garota loira e de olhos azuis se “transforma” em uma negra. O post gerou muita polêmica e acabou sendo apagado depois.

post-polemico-blackface
Foto Reprodução/Instagram

Na legenda, ele já deixou um aviso dizendo que, por ser artista e visionário, às vezes fica entediado de ver sempre os mesmos looks por aí. “Esta é uma transformação que esperei um tempo para compartilhar, pois tive medo de que as pessoas fizessem disso um escândalo racial contra mim. ISSO NÃO É SOBRE MUDANÇA RACIAL. Isso é sobre uma mulher reconhecendo, abraçando e celebrando a beleza da cultura de outra mulher”, escreveu. Ele ainda disse acreditar que, hoje em dia, a sociedade procura qualquer razão para para fazer protestos “lutando CONTRA algo, em vez de lutar POR algo”.

O texto, obviamente, não serviu de justificativa para a galera da internet, que o acusou de fazer blackface (quando um branco pinta o rosto para interpretar um negro. A prática, que surgiu no teatro americano séculos atrás, era usada para os negros fossem representados de modo caricatural. Atualmente, ela continua sendo extremamente ofensiva e preconceituosa).

Embora a imagem tenha sido deletada, a discussão continuou no Twitter:

“Então não é blackface quando é maquiagem?”

“1) É blackface 2) Mulheres negras não são fantasias divertidas para você experimentar 3) O artista deveria ter usado uma modelo negra se eles quisessem fazer isso.”

Continua após a publicidade

E, então, o maquiador resolveu responder as críticas. No Instagram, ele disse que as pessoas não entenderam a mensagem e que deletou a imagem não porque viu algo errado nela, mas porque as mídias sociais a tornaram negativa.

View this post on Instagram

The transformation that I recently posted of a woman transformed into a woman of another culture has been highly criticized by those who don't understand the message. I deleted the post, not because I had regret or saw wrongdoing, but because of the negativity social media turned it into. It's been assumed by most that my intentions were to transform my model into a black woman. Truth is, my intentions were to keep the look vague enough to be relatable to many women of different cultures, but the true inspiration of the overall look came from my Cuban heritage. Although I am saddened by how many people are angered, I can't offer an apology for my artwork and for what I find to be beautiful. The transformation came from a place of love and was not about mocking one's race, but rather about celebrating it. I am so proud to be illustrating a woman representing several cultures along with their achievements, beliefs and histories. Art is interpreted differently by all and sometimes it's uncomfortable, but making this world a better place starts with our mindset – thinking positive, showing love and practicing unity.

A post shared by SPENCER (@paintedbyspencer) on

“As pessoas assumiram que minha intenção era transformar minha modelo em uma mulher negra. A verdade é que minha intenção era manter o look vago o bastante para ser relacionado a muitas mulheres de diferentes culturas, mas a verdadeira inspiração no geral veio da minha herança cubana. Embora eu esteja triste com tantas pessoas irritadas, não posso oferecer minhas desculpas pela minha obra de arte e pelo que acho bonito”, escreveu. Ele terminou afirmando que não quis ofender ninguém, e sim fazer uma celebração.

O que você achou da história?

Continua após a publicidade
Publicidade