Laces: tudo o que você precisa saber antes de usar pela primeira vez

Curiosidades e cuidados necessários para você apostar no acessório

Por Taya Nicaccio Atualizado em 12 fev 2022, 11h43 - Publicado em 12 fev 2022, 11h45

Sem dúvidas, o consumo de laces têm crescido bastante nos últimos meses, e ver a participante do BBB21 Camilla de Lucas, além de Brunna Gonçalves, da atual temporada do reality, deve ter te deixado um tanto quanto curiosa a respeito disso, né?

Antes de mais nada, registros apontam o surgimento das perucas no Egito e, na sequência, para Christina Jenkins, norte-americana responsável por desenvolver o “HairWeev”, técnica patenteada e inovadora que envolve três cordas e um dispositivo chamado estrutura de tecelagem.

 

Apurando os fatos, conversando com especialistas, consumidoras e produtoras de conteúdo, nós compilamos as principais dúvidas e informações que você precisa saber antes de adquirir a sua primeira lace!

Por onde começar?

Para Bianca Câmara, influenciadora natural de Brasília-DF, o ponto principal é entender as diferenças entre as laces e as perucas. “Eu costumo indicar primeiro as perucas porque elas são mais baratas. A lace é um tipo de peruca, só que com o acabamento um pouco mais natural. A frente dela fica mais realista e dá aquele ar mais natural de cabelo vindo da raiz ”, explica em entrevista à CAPRICHO.  

@biancacperes

Mostrando a diferença entre peruca e lace. Outra diferença é o preço, as laces são bem mais caras 😂😂 #lace #peruca #dicasdecabelos

♬ Não Te Quero Mais – Ruivinha de Marte

 

“A tela é a lace. O produto vem com a tela como um guia para você ajustar de acordo com o tamanho da sua cabeça. Às vezes, a pessoa tem a testa mais curtinha, então o ideal é cortar um pouco mais e, quando contrário, a consumidora precisa deixar um pedaço maior de tela para cobrir toda a frente do cabelo”, complementa Bianca Câmara.

@biancacperes

Apaixonada por essa lace 😍 Cupom: BIANCACPERES5 @shein_official @sheinbrazil #SHEIN #sheinbrasil #perucashein #laceshein

♬ Bota a Mão no Chão – Felipe Cardoso DJ & Mc Fopi

Como colocar uma lace pela primeira vez?

A touca é um detalhe importante para você esconder o seu cabelo, especialmente se ele for comprido. Algumas mulheres apostam na trança nagô para não criar tanto volume e para deixar os fios bem guardadinhos! 

Bianca, por exemplo, que tem cabelo curto, gosta de prender os fios e usar duas toucas. “O modelo wig cap é bem similar ao material da meia-calça, já o weave cap se parece com uma redinha, como uma meia-arrastão”, explica. 

@biancacperes

Mostrando como estou escondendo meu cabelo depois de cortar #lace #peruca #dicadecabelo

♬ abcdefu – GAYLE

Neste vídeo, produzido para as suas redes sociais, ela mostra como cola as suas laces – existem outras alternativas também, como o gel e a fita adesiva, próprios para a aplicação do acessório. 

@biancacperes

Mostrando como eu colo a minha lace, e lembrando: é só questão de prática, hj eu colo rapidinho #lace #tutorialcabelo #dicadecabelo

♬ Malvadão 3 – Xamã & Gustah & Neo Beats

Segundo Bianca Câmara, os cuidados com a lace podem variar de acordo com o material utilizado. “Uma lace sintética não precisa dos mesmos cuidados que um cabelo humano. De fato, ela embola mais e pode ficar parecendo um cabelo de boneca”, compartilha a brasiliense que gosta de passar condicionador no produto, colocar na água fervente e, depois, dar um choque térmico com água gelada para deixar a fibra mais bonita. Sempre penteando antes e depois desse processo!

Quanto à lace de cabelo humano, que não recebe mais aquele óleo natural do couro cabeludo, o ideal é ter um cuidado redobrado e minucioso, guardar em local arejado, lavar, condicionar, hidratar, passar um óleo e secar. 

Expressando personalidade através da lace

“Eu sempre soube que existiam laces, só não sabia que eram chamadas assim exatamente. Como eu acompanhava a Camilla de Lucas antes do BBB21 e ela já usava, eu já tinha visto um vídeo ou outro sobre isso. Com a pandemia, isso ficou muito forte, porque, normalmente, a galera colocava mais em salão e não em casa”, conta Bruna Nunes, estudante de Jornalismo e estagiária na editoria de Comportamento da CAPRICHO, em seu depoimento pessoal. 

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por B R U B S | Minha F5 (@brubsnunesz)

Assim como muitas crespas e cacheadas, Bruna diz que cresceu com o medo de mexer no cabelo e algum produto estragar os seus fios naturais. “Foi assim que as laces me conquistaram. Eu vi uma oportunidade de experimentar diversas possibilidades com o meu cabelo, sem danificá-lo e mudá-lo permanentemente”, declara.  

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por B R U B S | Minha F5 (@brubsnunesz)

Para Bruna Nunes, as laces também são importantes para gerarmos confiança na hora de mudar o visual. “As pessoas acham que o nosso cabelo precisa de mais definição ou reduzir o volume. Por isso, tenho muito medo de entregar o meu cabelo na mão de outra pessoa.”

“Diferente da galera que critica a Camilla de Lucas e a Bruna Gonçalves por usarem lace como uma condenação, eu já vejo justamente como liberdade. As laces ajudam a gente ter liberdade de mudar o nosso visual, construir confiança para isso e, ainda assim, criar uma relação com o nosso cabelo. É todo um processo de você ali mexendo no seu cabelo, o tempo que você tira para você e para se observar com carinho, uma coisa que pode ser surperdifícil”, compartilha Bruna em seu relato afetivo.

Continua após a publicidade

Cuidados

Perguntamos para a Dra. Calu Franco, especialista em dermatologia e tratamento estético, quais são os principais cuidados que devem ser tomados antes e depois de utilizarmos as famosas laces. “Em primeiro lugar, a qualidade das laces e onde são colocadas são de extrema importância. A qualidade da cola é fundamental. Esse produto pode, se for de baixa qualidade, ser tóxico para a haste do fio levando à uma queda da mesma”, explica.

Outro ponto salientado pela dermatologista é a dermatite de contato, ocasionada pela cola no couro cabeludo. “Consequentemente, a paciente acaba coçando e tracionando essa haste, contribuindo mais ainda na quebra dos fios.” Então, atenção, hein?! Segundo a Dra. Calu Franco, essa questão mecânica de você tracionar a lace pode acabar pesando na haste dos fios, resultando nesse problema.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Dra. Calu Franco Tebet (@dracalufranco)

De modo geral, a Dra. orienta muito cuidado com a escolha dos materiais utilizados, recomenda um certo distanciamento entre a cola e a raiz do cabelo para evitar a dermatite alérgica e uma rotina de cuidados para lavar o cabelo com frequência e manter o couro cabeludo limpo. “Dessa forma, você evita a proliferação de fungos e bactérias, inflamação e queda dos fios”, explica a médica, que também recomenda no máximo 30 dias de uso seguidos das laces e uma pausa para não estressar a raiz do cabelo. 

Sem contraindicações, a Dra. Calu Franco aconselha o uso do fortalecedor da Sisley. “Você aplica diretamente no couro cabeludo, e esse tônico fortalece o fio, é anti-inflamatório, nutre um pouco mais a raiz e tem tendência a fazer uma hidratação na haste do fio através do couro cabeludo”, finaliza.

Onde encontrar laces

Agora que você já está atualizadíssima e munida de informações quanto aos cuidados necessários, nós selecionamos em conjunto com a Bianca Câmara e Bruna Nunes 6 perfis e marcas para você encontrar laces de cabelo humano ou sintéticas!

My wig girls

A Brunna Gonçalves também levou para o BBB22 laces da marca brasileira My Wig Girls.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por LACE WIGS DE CABELOS HUMANOS (@mywigsgirls)

Rocker Perucas

Olha só a nossa girl from Rio usando uma lace de cabelo humano para o seu mais novo single, Boys Don’t Cry.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Rocker Front & Full Laces (@rockerperucas)

Hair perucas Brasil

Repare no acabamento das laces fio a fio.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por ✨ HAIR PERUCAS BRASIL (@hairperucasbrasil)

Cabelo sintético

Liquida laces

Essa é uma lace front de fibra futura.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por LIQUIDA LACES BRASIL (@liquidalaces)

Suzie Picus

Outro modelo de lace front, mas desta vez com fibra premium e repartição fixa.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Suzie Picu’s – Perucas e Laces (@suziepicus)

Kira perucas

As laces e perucas podem ser produzidas com diferentes cores e texturas de cabelo. Este, por exemplo, é um cabelo cacheado castanho com a raiz escura.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Kira Perucas | Laces e Wigs (@kiraperucas)

E aí, preparada para se aventurar com a sua primeira lace? Conta pra gente! 

Quem deu as informações: Bianca Câmara, produtora de conteúdo de Brasília, DF. Bruna Nunes, estudante de jornalismo e estagiária na editoria de Comportamento da Capricho. Dra. Calu Franco, médica, especialista em tratamento estético e dermatologia há mais de 10 anos.

Continua após a publicidade

Publicidade