Você já viu Hair Love, animação sobre cabelos crespos vencedora do Oscar?

No filme, o pai aprende a cuidar dos fios da filha, Zuri, com a ajuda de um tutorial da internet feito por alguém muito especial

Por Da Redação - Atualizado em 10 fev 2020, 11h12 - Publicado em 10 fev 2020, 11h10

Sabe aqueles vídeos que aquecem o coração? Então… Esse é o caso de Hair Love, obra lindíssima dirigida por Matthew A. Cherry que ganhou o Oscar de melhor curta de animação em 2020! Ele conta a história de um pai que aprende a cuidar do cabelo crespo da filha – tarefa antes feita pela mãe, que não está presente naquela ocasião. 

Amamos! Reprodução/Reprodução

O vídeo foi lançado pela Sony Pictures Animation no final de 2019. Zuri, a tal garotinha, quer muito fazer um penteado, mas, por ser ainda bem criança, não consegue. Seu pai, então, tenta ajudar e, a princípio, encara o desafio como um “bicho de sete cabeças”. Em determinado momento, ele descobre um tutorial (gravado por alguém superespecial) e, com o auxílio do vídeo, atende o desejo da filha. 

No fim, descobrimos o que aconteceu com a mãe da menina e ainda aprendemos importantes lições sobre amor-próprio e superação: por mais que alguns caminhos sejam difíceis de percorrer, com trabalho e muito amor é possível vencer as adversidades. E a história do cabelo de Zuri é uma linda metáfora para entender isso.

“Embora o filme mostre uma filha afro-americana e seu pai, acho que é uma história universal. Pais de todos os lugares podem se relacionar com isso da mesma maneira. Crianças de todas as etnias podem ver a humanidade neste filme. Para mim, é uma história importante porque a representação é importante”, afirmou o diretor do curta tempos atrás. 

Continua após a publicidade

A indicação do filme ao Oscar 2020 foi muito celebrada na internet, vale dizer. Apesar disso, muitas pessoas fizeram questão de destacar a falta de representatividade entre os escolhidos para diversas outras categorias. Desde 2016, o movimento #OscarSoWhite ganhou força e vem trazendo esse assunto como pauta nas discussões – prova de que muita coisa ainda precisa ser mudada, né?

Hair Love foi feito porque queremos ver mais representatividade nas animações. Queremos normalizar o cabelo das pessoas negras“, disse Cherry ao receber a estatueta. O curta concorreu com Dcera (Daughter), Kitbull, Memorable e Sister.

Assista ao vídeo! Alerta  de spoiler: já separa o lencinho que é difícil controlar as lágrimas, viu?

Publicidade