Gisele Bündchen conta que se arrependeu de cirurgia plástica feita em 2015

A People teve acesso a trechos do livro da top: "Me senti em um corpo que eu não reconhecia", diz ela

Por Da Redação - Atualizado em 28 set 2018, 09h55 - Publicado em 27 set 2018, 16h24

Gisele Bündchen está prestes a lançar um livro cheio de surpresas sobre sua vida. Lessons: My Path to a Meaningful Life (que, em português, ganhou o nome de Aprendizados: Minha Caminhada Para uma Vida com Mais Significado) será lançado no começo do mês lá fora e chega por aqui em 15 de outubro. A People teve acesso a trechos da obra e descobriu que a top brasileira revela ter feito uma cirurgia plástica e se arrependido logo em seguida.

+ Gisele Bündchen sobre maternidade: “Foi como se uma parte de mim morresse”

gisele-bundchen-baile-do-met-2018
Gisele Bündchen no MET Gala 2018 Neilson Barnard/Getty Images

De acordo com a publicação, Gisele colocou silicone em 2015, após amamentar seus dois filhos, Benjamin e Vivian. “Quando acordei, eu pensei: ‘O que eu fiz?’. Me senti em um corpo que eu não reconhecia”, diz. Ela conta também que passou um ano usando roupas largas, pois não estava confortável com sua imagem.

A supermodelo ainda explica que o apoio o marido, o jogador de futebol americano tom Brady, foi fundamental naquele momento. A lição que ela aprendeu? “O que não te mata te fortalece. Mas eu gostaria de ter aprendido isso de um jeito diferente”, afirma.

Continua após a publicidade
gisele-bundchencapa-livro
Capa do livro Aprendizados: Minha Caminhada Para uma Vida com Mais Significado Reprodução/Instagram

Em entrevista à People, Gisele contou que a mudança em seus seios após a amamentação afetou muito sua autoestima. “Sempre gostei do meu corpo, e senti que as pessoas tinham expectativas em relação a mim que eu não podia atender. Estava vulnerável, porque eu malhava, me alimentava de forma saudável, mas não podia mudar o fato de que meus dois filhos preferiam meu peito esquerdo ao direito. Só queria que eles fossem iguais e que as pessoas parassem de comentar isso”, explicou.

Publicidade