Disneyland permite que seus funcionários usem corte de cabelo sem gênero

A empresa acrescentou a inclusão aos seus valores e fez mudanças em suas regras

Por Djenifer Dias 19 Maio 2021, 13h37

A Disney finalmente começou a aceitar que seus funcionários e cast members sejam mais livres na hora de escolherem seus cortes de cabelo, joias que vão usar e tatuagens. Em comunicado postado no blog oficial da empresa, o presidente Josh D’Amaro falou sobre a decisão de adotar medidas mais inclusivas nas regras e atrações da Disney.

Chamada de Disney look, a lista de regras de aparência que as pessoas que trabalham na Disney devem seguir foi criada em 1955. Nela, estava estabelecido que os cabelos femininos deveriam ter um estilo mais clássico, sem cortes ou penteados muito diferentes.

Não era permitido ter uma parte do cabelo raspada, nem mesmo a sobrancelha. Os fios que fossem tingidos precisavam ter uma aparência natural e não podiam ter manchas, luzes ou mechas de cores diferentes.

Para os homens, o corte de cabelo tinha que ser curto, e a regra da cor, que deveria ter uma aparência natural, também era aplicada. O fato de estarem atualizando suas regras para algo mais inclusivo é um grande marco na história da empresa.

Montagem com fundo azul com citação do presidente da disney escrito na cor branca, e ao lado montagem com uma mulher de óculos usando camiseta branca e segurando mickeys coloridos, em baixo uma foto do castelo da Disney com pessoas na frente.
Disney acrescenta uma nova chave aos seus valores. Disney/Reprodução

Para Josh D’Amaro, presidente da Disney, a proposta é deixar os parques com ainda mais representatividade: Queremos que nossos hóspedes vejam suas próprias origens e tradições refletidas nas histórias, experiências e produtos que encontram em suas interações com a Disney. E queremos que nossos membros do elenco – e futuros membros do elenco – tenham um sentimento de pertencimento no trabalho.”

O que mudou? Agora, quem trabalha nos parques pode ter tatuagens visíveis, mais de um brinco na orelha e estilos de cabelo que mais se adequem a sua personalidade, sem terem que se importar com as antigas regras que levavam em consideração o gênero.

A ideia é fazer com que as individualidades de cada funcionário sejam preservadas. Por enquanto, as mudanças só são aceitas na Disneyland que fica localizada na Califórnia.

Continua após a publicidade
  • As quatro chaves da Disney são uma tradição que remete os valores da empresa: Segurança, Cortesia, Espetáculo e Eficiência, e, agora, a Inclusão.

    O mundo está mudando e nós mudaremos com ele e continuaremos sendo uma fonte de alegria e inspiração para todo o mundo. Nunca vamos parar de trabalhar para garantir que a Disney seja um lugar acolhedor para todos. Estou animado com o rumo que vamos seguir e teremos mais para compartilhar em breve”, finaliza Josh D’Amaro em sua postagem.

    Além disso, a Disney anunciou, anteriormente, que também está realizando mudanças em suas atrações para trazer mais inclusão, como é o caso da Jungle Cruise e a Splash Mountain.

    A atração Jungle Cruise, onde os hóspedes fazem uma viagem pela selva, está passando por uma repaginada, após sofrer críticas por seus personagens representarem ‘nativos’ selvagens, assim como a Splash Mountain, que era baseada no polêmico filme Song of the South, e, agora, será refeita para mostrar personagens da animação A Princesa e o Sapo. Legal, né?

    Estamos muito felizes com as mudanças nos parques da Disney <3

    Happy Minnie Mouse GIF - Find & Share on GIPHY

    Continua após a publicidade
    Publicidade