Bantu knots: saiba mais sobre o penteado com coquinhos e como fazer

Superversátil, ele pode ser usado de diferentes estilos e funciona também como texturizador para os cachos

Por Thais Varela - Atualizado em 11 jul 2020, 14h17 - Publicado em 11 jul 2020, 10h03

O bantu knots é um penteado superversátil para estilizar os cabelos. Além de poder ser feito de diferentes formas (os coquinho podem vir acompanhados de tranças, desenhos nas divisões e acessórios), ele também pode ser usado para texturizar os cachos e ainda funciona como uma opção para quem está passando pela transição capilar. Seu nome faz referência há centenas de grupos etnolinguísticos do continente africano e sua origem é muito antiga, se tornando uma tradição cultural e um símbolo da cultura afro.

Os coquinho se encaixam na categoria de penteados protetivos, que preservam os fios da ação de elementos externos, como vento, sol e chuva, deixando-os mais protegidos e menos sucetíveis à quebra e ao ressecamento. Para muitas garotas negras, ele também pode trazer lembranças carinhosas de cuidados de suas mães, pais, avós e outras figuras importantes de suas infâncias, que torciam seus fios para fazer os bantu knots quando eram menores.

Para a afrohairstylist Jacy July, o bantu knots desperta exatamente esse sentimento: “Eu trago esse penteado desde a minha infância, acho que foi uma herança da minha mãe pra gente, ele mostra esse cuidado das mães com os filhos. Ela fazia os coquinhos para poder lidar com o nosso cabelo, porque antigamente, a gente sabe, existia quase uma obrigação de alisar o cabelo crespo; e como ela não tinha dinheiro para relaxar nossos fios, foi um dos jeitos que ela encontrou para cuidar deles.”

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

E aí gente, sobre os penteados protetores nessa quarentena, qual é o seu preferido? 🥰 Eu adoro os twists e o afropuff pra ficar em casa, mas pra dar close eu amo esses coquinhos demais 🥺💛 #OndeJacyViu #cabelocrespo #bantuknots #afro

A post shared by J A C Y J U L Y (@jacyjuly) on

A cabeleireira ainda explica que, em sua vida adulta, ressignificou o visual: “Eu olhei para ele e o vi como uma potência de penteado. Até o meu próprio cabelo crespo eu tive que aprender a encarar de uma forma diferente, porque existe esse jeito estereotipado que ele nos é apresentado, como se fosse uma coisa negativa. Eu acho muito incrível usar o bantu knots para resgatar nossa cultura e mostrar para as pessoas que existem outras formas de cuidar dos cachos sem ser alisando, sem ser pelo auto ódio.”

Continua após a publicidade

Estiloso, o visual com os coquinhos pode ser explorado de inúmeras formas e por diferentes comprimentos de cabelo. Nos anos 1980 e 1990, o bantu knots fazia muito sucesso no street style e, hoje, várias celebridades – de Yara Shahidi à Rihanna e Beyoncé – apostam nele.

Yara Shahid em um evento na Califórnia, em 2018 Axelle/Bauer-Griffin/FilmMagic/Getty Images

Como fazer o penteado

Com os fios limpos e úmidos, comece a dividi-los em mechas de espessura similar usando o cabo de um pente fino ou um palito. É importante que o cabelo não esteja encharcado, pois, como ele será torcido e enrolado, pode acabar danificado no processo. “Na hora de criar as divisões, as opções de estilos são infinitas”, explica Jacy. “É possível fazer desenhos de estrelas, círculos, triângulos… O que a pessoa preferir”.

Você pode aplicar creme de pentear, óleo ou gel (dependendo do efeito que deseja) nos fios para auxiliar na execução do penteado. Em seguida, torça as mechas delicadamente e comece a enrolá-las em pequenos coquinho. Vale dizer que até os próprios coques podem ser estilizados, um exemplo são as tranças e acessórios. Prenda o cabelo com elásticos de sua preferência, que podem ser desde os fininhos de silicone até opções maiores e coloridas.

Bantu knots: saiba mais sobre o penteado com coquinho e como apostar nele @juliarodrigues2 / @whitneymadueke/CAPRICHO

Para texturizar os cachos

Se a ideia for utilizá-lo como texturizador, o passo a passo é o mesmo. Depois de finalizar a execução do penteado, é preciso esperar que os fios sequem. Uma alternativa é dormir com os bantu knots de um dia para o outro, outra opção é usar o secador para acelerar esse processo. Na hora de dormir com os coquinho, coloque uma touca ou lenço de cetim para diminuir o atrito do cabelo com o travesseiro, pois as fronhas de algodão acabam absorvendo a água das mechas e retirando sua hidratação, o que as deixa ressecadas e pode acabar enfraquecendo-as. Outra opção é apostar na fronha de cetim.

Continua após a publicidade

Após os fios estarem completamente secos, desfaça os coques usando os dedos para modelar os cachos como desejar. Use um óleo finalizados para ajudar nesse processo e também para adicionar brilho extra ao cabelo. Para quem está passando pela transição capilar, o bantu knots pode funcionar como um penteado estiloso e também ajudando a modelar a parte das mechas que ainda está alisada.

Gostou da ideia? Vai apostar nos bantu knots?

*Quem deu as informações para essa matéria: Jacy July, hairstylist especialista em cabelo afro.

Publicidade