Autobronzeador funciona mesmo?

Por Da Redação Atualizado em 17 ago 2016, 09h25 - Publicado em 18 dez 2015, 16h44
bronzeador
Foto: Dedoc/CAPRICHO

Não só funciona como não faz mal. A química do autobronzeador age apenas sobre a camada superficial da pele, fazendo uma espécie de tingimento rápido. E a cor sai com o tempo, a medida que as células epiteliais se renovam ou são removidas no banho.

Se você está doida para pegar uma corzinha, mas não tem piscina ou praia para ir, o autobronzeador pode ser uma boa solução. Claro que a cor não fica tão natural quanto a de um bronzeado do sol, mas vale a pena tentar desde que você tome alguns cuidados:

1. Compre o produto de uma boa marca e faça um teste em uma parte do corpo que não fica muito exposta, como a barriga. Veja de que cor sua pele vai ficar cerca de três dias depois e se não aparece nenhuma alergia. Se curtiu o tom e sua pele está bem, passe no resto do corpo. Se nada deu certo, experimente um produto de outra marca.

2. Tome cuidado para passar o produto de forma homogênea em todo o corpo. Se você se descuidar e passar mais na coxa, por exemplo, ela vai ficar mais escura mesmo! Aplique uma porção menor nos cotovelos, joelhos e tornozelos, que são áreas já naturalmente mais escuras.

3. É legal fazer uma esfoliação com sabonete antes de passar o autobronzeador. Depois, maneire no tempo de banho e não esfregue demais a pele para conservar o bronzeado.

4. Não passe o produto no rosto e não se esqueça do protetor solar se for pegar sol: pele bronzeada precisa de proteção também.

Beijos!

Continua após a publicidade

Publicidade