Ao passar perfume, você aplica o produto na roupa? Será que é uma boa?

A CAPRICHO conversou com um especialista para descobrir se você deve ou não continuar com esse hábito

Por Juliana Costa - Atualizado em 17 nov 2018, 16h54 - Publicado em 17 nov 2018, 10h03

Na hora de escolher um perfume, a fixação é um fator importante, certo? Afinal, você não quer passar um produto e, daqui uma hora, nem sentir mais o cheirinho dele. A qualidade da fragrância influencia nisso, claro, mas o modo de aplicação também faz diferença. Pensando nisso, muita gente costuma dar algumas borrifadas de perfume na roupa, já reparou? E a CH está aqui para esclarecer se esse hábito realmente funciona.

+ Que cheirinho é o seu? Vem conhecer as fragrâncias da CAPRICHO!

perfume
Gif/Reprodução

A resposta é simples: não, você não deve passar um perfume diretamente na roupa. De acordo com Cesar Veiga, expert em perfumaria de O Boticário, fragrâncias são óleos diluídos em álcool. Um tempo após a aplicação, o álcool evapora e o óleo que fica no tecido pode manchá-lo ou então causar uma descoloração.

“Perfume precisa da pele para trabalhar”, explica o profissional. As fragrâncias têm um comportamento diferente de indivíduo para indivíduo. O resultado final depende de fatores como temperatura, oleosidade do corpo e cheiro pessoal. Essa interação, portanto, cria um cheiro único.

perfumes-capricho
Fragrâncias CAPRICHO para O Boticário: difícil escolher a melhor! CAPRICHO/Divulgação

Cesar também ensina os melhores pontos de aplicação: atrás das orelhas, na nuca, no colo e entre os pulsos. “Nessas áreas, a temperatura do corpo é mais alta, o que ajuda a exalar o perfume”, diz.

Outra dica legal é hidratar a pele antes de passar a fragrância. Lembre-se de que a fixação é menor em peles secas. Use um produto da mesma linha do perfume ou mais neutro, ok?

+ Os produtos CAPRICHO e O Boticário estão em promoção, vem ver! 

Anotando tudo em 3, 2, 1…

Continua após a publicidade
Publicidade