A CH tirou as suas dúvidas sobre lentes de contato

Ainda rolam muitos mitos sobre o assunto, viu! Por isso, conversamos com alguns especialistas que vão te ajudar a decidir se está ou não na hora de apostar nelas

Por Thais Varela|Fotos: Getty Images e Acervo CH Atualizado em 17 ago 2016, 18h02 - Publicado em 17 dez 2015, 11h20

Quem pode usar lente de contato?

A princípio, qualquer pessoa que não tenha tido nenhum problema grave nos olhos. Porém é preciso sempre consultar um oftalmologista antes de comprar a sua. Ele vai te examinar e fazer o chamado teste de lente, para avaliar se a curvatura dos seus olhos permite ou não o uso delas, se a umidificação deles é suficiente, entre outros detalhes.

Como encontrar a lente certa?

Durante o teste de lente, o médico já indica ao paciente quais as opções que melhor atendem as necessidades dele. Mas as opções que existem são: as versões gelatinosas (feitas de silicone e hidrogel, as mais comuns hoje em dia) e as lentes rígidas, que são mais indicadas para pessoas que têm problemas na córnea.

De quanto em quanto tempo a lente deve ser trocada?

Tudo depende de qual opção você escolher. Hoje em dia, existem lentes de descarte diário, semanal, quinzenal, mensal e anual. Tente chegar num consenso com seu médico depedendo da sua necessidade. Ah, mas é muito importante respeitar estes prazos, ok?

Como colocá-las nos olhos?

Muita gente tem arrepios só de pensar nesse momento, né? Mas essa tarefa não é tão complicada. Vá na frente de um espelho e, com as mãos higienizadas (sério, isso é fundamental!), segure a lente com o dedo indicador. Use os outros dedos para puxar a pálpebra de baixo e puxe a pálpebra superior com a outra mão. Aí é só encostar a lente no olho e posicioná-la direitinho. E não precisa usar a força aqui! A lente adere com facilidade. Ah, e durante o teste de lente, o médico vai te ajudar a treinar um pouquinho. Por isso, relaxe!

Como tirar a lente?

Use o dedão e o indicador como um pinça para retirá-la. Sempre com as mãos limpas, okay?

Tem lado certo da lente?

Sim. Antes de colocá-la, veja se a parte mais arredondada da lente está em contato com o seu dedo. Está na dúvida? Tente dobrá-la ao meio, mas sem dobrar de fato (vá com calma aqui). Se ela continuar com o formato arrendondado, então ela está do lado certo. Lentes invertidas tendem a ficar com as bordas voltadas para fora – e incomodam bastante nos olhos.

Por quantas horas posso usá-la diariamente?

Em geral, as lentes podem ficar até 12 horas nos olhos. Porém, fique atenta se ela começar a incomodar, isso pode ser um sinal de que está na hora de tirá-la.

Continua após a publicidade

E a maquiagem?

A dica dos especialistas é sempre fazer o make depois de já ter colocado a lente – enxergar direito também é fundamental para acertar o traço do gatinho, né? Hehehe. Já na hora de remover a maquiagem, o ideal é tirar a lente primeiro.

Como deve ser feita a higienização da lente?

Sempre use produtos específicos para isso. Água e soro fisiológico não conseguem retirar todas as impurezas. Assim que você tirar a lente do olho, coloque-a na palma da mão, aplique algumas gotas do produto para higienizá-la, esfregue-a levemente (bem levemente mesmo) com o dedo e guarde-a na caixinha específica – e mergulhada no líquido de limpeza. Na hora de usar a lente de novo, repita o processo e só então coloque-a no olho.

Importante: a caixinha também deve ser higienizada diariamente – sempre com os produtos específicos e não com água. O líquido de limpeza que fica dentro dela deve ser trocado todos os dias, mesmo que você não use a lente sempre.

O que não pode fazer com ela?

Evite ter contato com água (tipo nadar e tomar banho) enquanto está de lente. Dormir com ela também não é aconselhável. Durante o sono, o nível de oxigenação na córnea é menor – até aí, tudo bem. Só que a lente dificulta ainda mais este processo, o que pode causar o surgimento de microrganismos nos olhos. Além disso, nunca empreste a sua lente para ninguém.

Em viagens de avião ou em locais muito secos, a lente pode causar certo desconforto. Nestes casos, o ideal é usar um colírio lubrificante. Existem vários no mercado.

O que pode acontecer se a lente não for usada corretamente?

Além de incômodos, irritações nos olhos e conjuntivite alérgica, usar a lente de maneira incorreta pode causar problemas graves, como úlcera de córnea. Não deixe de fazer a higienização corretamente e respeite os prazos de remoção e troca.

E a lente colorida?

Ela funciona da mesma maneira que uma lente transparente e pode ou não ter grau. Antes de usá-la, procure um médico para ter certeza de que ela não vai te causar nenhum problema. Ao escolher a sua, fique atenta quanto ao material, pois algumas versões podem causar irritação e incomôdo aos olhos. Atualmente também existem opções gelatinosas, feitas de silicone e hidrogel.

Curtiu nosso A,B,C da lente?

Quem deu as informações: Adriana Leone, contatóloga da clínica Lotten Eyes, e Helena Oliveira, oftalmologista do Hospital de Olhos Paulista.

Continua após a publicidade
Publicidade