7 dicas para você manter a higiene da sua boca em dia

Cárie, inflamações na gengiva, bafinho... Saiba como combater tudo isso!

Cuidar da saúde da sua boca não é difícil, mas é preciso ter disciplina. Além de ficar de olho nos dentes, é preciso prestar atenção na limpeza da língua e da gengiva também. Por isso, a CH reuniu sete dicas que vão deixar você longe das cáries e daquele temido bafinho. 
 
 
1. Na hora da escovação
Usando uma escova macia (que deve ser trocada a cada três meses), limpe os dentes com movimentos circulares leves. A quantidade de pasta ideal é a medida equivalente a uma ervilha. Não se esqueça das áreas próximas à gengiva, ok? Passe fio dental três vezes por dia, sobretudo antes de dormir, e finalize com enxaguante bucal.
 
2. Aparelho = cuidado redobrado
Escove e passe fio dental após todas as refeições – todas mesmo! -, pois o acúmulo de sujeira é maior. Ou seja, a chance de você ter cárie e mau hálito também. Sem contar que, se o aparelho é fixo, o dente pode ficar manchado na hora da retirada. O seu é móvel? Lembre-se de limpá-lo!
 
3. Enxaguante bucal com álcool faz mal para o dente?
Ele não afeta o esmalte, mas pode provocar irritações na mucosa bucal, além de uma ardência. Hoje, há várias versões sem álcool. Confira esta informação no rótulo. Use o produto uma vez por dia, de preferência antes de dormir. É nessa hora que a limpeza tem que ser power.
 
 
4. Gengivas sensíveis
Fique atenta se sua gengiva sangra no momento em que você escova ou passa fio dental. Esse é um sinal de inflamação, assim como aquele aspecto vermelho e inchado. Ela surge justamente quando a higienização não é feita corretamente. Pegue firme na limpeza e, mesmo que sangre, não pule nenhuma etapa. Só assim você vai conseguir acabar com o problema.
 
5. E as cáries?
Não é legal para o dente exagerar no doce ou “pular” a escovação. A boca tem bactérias que transformam os açúcares em ácidos que corroem o esmalte dentário. Daí a cárie, aquele pontinho preto que pode doer e até comprometer o dente. E não tem jeito: limpar ainda é a melhor prevenção mesmo.
 
6. Tenho mau hálito. Nãããããão!
Mantenha a calma. Há vários tipos de mau hálito: o matinal, que desaparece conforme a gente come e escova os dentes, o bafo de algum alimento, que some com a escovação, e aquele que não vai embora nunca, provocado quase sempre pela má higienização da língua. Você está fazendo a limpeza dela corretamente? É importante ir até lááá no fundo. Se a escova der ânsia, tente usar um produto específico para a região. Caso não resolva, fale com seu dentista. Ele vai avaliar a situação e, quem sabe, indicar um médico. Vale lembrar que doenças respiratórias, como rinite e sinusite, e problemas intestinais e gástricos também podem causar um bafinho.
 
 
7. Vá ao dentista
Mesmo que tudo pareça estar bem, visite o dentista todo ano. Você faz a limpeza completa e previne, além da cárie, a placa bacteriana e o tártaro (que deixa o dente com aspecto amarelado). Depois, tudo o que você precisa fazer é manter o cuidado.
 
Fácil, vai!
 
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s