Woodstock “na real”: 50 anos do festival de música mais icônico do mundo

Nesta quinta-feira, 15, faz 50 anos que o Woodstock Music & Art Fair começou. O festival hippie pregava a paz e o amor mesmo em meio ao caos

Três dias de paz e música. Esse foi o lema do Woodstock, ainda hoje um dos festivais culturais mais icônicos do mundo, que aconteceu nos anos 70, nos Estados Unidos, e reuniu artistas como Jimi Hendrix, The Who, Janis Joplin e Greateful Dead.

Uma foto que dá certa dimensão da quantidade de pessoas que foram ao festival

Uma foto que dá certa dimensão da quantidade de pessoas que foram ao festival (John Dominis/Getty Images)

A princípio, o Woodstock Music & Art Fair deveria ter acontecido em Woodstock, um vilarejo no condado de Nova York. Os organizadores, contudo, não conseguiram encontrar a tempo uma localidade que servisse para o propósito do evento e Max Yasgur, um fazendeiro local, cedeu sua fazenda em Bethel para o festival, que rolou de 15 a 18 de agosto de 1969.

Muitas pessoas relembram a data com nostalgia, tanto os que viveram o festival quanto os que ainda nem eram nascidos quando ele ocorreu. Um monte de gente junta, celebrando a vida, o amor, ouvindo artistas consagrados do rock e sendo felizes. Mas nem tudo foram flores, apesar do lema “flower power” ter pairado no ar o tempo todo.

Na época, a imprensa chamou o Woodstock de “um pesadelo de lama e estagnação”. Essa matéria do The New York Times ficou muito famosa e serviu para que muitos desvalidassem o festival e sua ideia. Realmente, alguns perrengues rolaram. A organização, por exemplo, estava esperando 50 mil pessoas. Apareceram entre 300 a 500 mil.

Multidão a caminho do Woodstock. Muito congestionamento no percurso

Multidão a caminho do Woodstock. Muito congestionamento no percurso (Owen Franken/Getty Images)

É claro que isso causou um congestionamento tremendo nas redondezas. O caos foi tanto que algumas pessoas até dormiram nas estradas. Um percurso de 2 horas estava levando quase 10! Mas, por incrível que pareça, o clima de “paz e amor” reinou até entre esses que não curtiram tanto assim o evento.

E será que o tempo ajudou? A resposta é não. Choveu muito em alguns momentos, tornando o espaço, que era uma fazenda, um puro lamaçal. As barracas ficaram sujas, as pessoas também, e o espaço no geral ficou um caos. Além da lama, muito lixo foi produzido durante os três dias de celebração e a coisa saiu do controle, realmente.

Garotinho tocando flauta durante o festival

Garotinho tocando flauta durante o festival (Ralph Ackerman/Getty Images)

Tá, mas, então, se foi tão caótico assim, porque tantas pessoas que foram ao festival lembram dele com saudade e vários jovens têm o desejo inalcançável de ter participado dele? O Woodstock foi realmente pacífico, como pregavam seus participantes. O momento mais violento foi quando um indivíduo invadiu o palco durante a pausa de um artista para fazer um discurso politizado. Das cerca de 300 mil pessoas, oficialmente apenas três mortes foram registradas – e, bem, não dá pra acobertar que estamos falando de um período de “sexo, drogas e rock’n’roll”, né?!

Apesar do prejuízo financeiro que deu aos organizadores, a celebração reuniu todo tipo de pessoa, inclusive famílias com crianças pequenas, que se respeitou durante os três dias, cantou a paz mundial e viveu o “paraíso agora”, um dos lemas do movimento hippie. Sem contar a quantidade de músicos famosos que se apresentaram no local! O Woodstock Music & Art Fair, contudo, é até hoje lembrado mais pela sua bagagem ilusória de que a vida é uma só e que devemos amar uns aos outros loucamente. Muita coisa deu errado. Muita m-e-s-m-o. O legado do festival não foi uma delas. Peace and love!

Veja mais imagens “na real” da comemoração mais hippie da história da música:

Casal tomando banho de cachoeira

Casal tomando banho de cachoeira (Bill Eppridge/Getty Images)

Público tomando banho durante o festival. Repare nas mulheres raspando os pelos da perna em plena cachoeira

Público tomando banho durante o festival. Repare nas mulheres raspando os pelos da perna em plena cachoeira (Bill Eppridge/Getty Images)

Casal namorando enquanto se protege da chuva

Casal namorando enquanto se protege da chuva (John Dominis/Getty Images)

A situação do festival após as fortes chuvas

A situação do festival após as fortes chuvas (John Dominis/Getty Images)

Lembra da quantidade de lixo produzida que nos falamos anteriormente? Pois é

Lembra da quantidade de lixo produzida que nos falamos anteriormente? Pois é (Bill Eppridge/Getty Images)

Como o pessoal se alimentava durante os três dias de Woodstock

Como o pessoal se alimentava durante os três dias de Woodstock (John Dominis/Getty Images)

O casal Nick e Bobbi, e uma das fotos mais famosas de todo o festival!

O casal Nick e Bobbi, e uma das fotos mais famosas de todo o festival!  (Burk Uzzle/Getty Images)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s