‘Sinto orgulho de ser diferente!’, afirma garota que tem pintas espalhadas pelo corpo

Ciera Swaringen nasceu com nevos melanocíticos congênitos e hoje faz disso seu diferencial, lutando contra o bullying e elevando sua autoconfiança.

Todo mundo tem alguma marquinha de nascença, mas, na maioria das vezes, isso não é um problema. Esse não é o caso de uma jovem da Carolina do Norte. Ciera nasceu com centenas delas espalhadas pelo seu corpo. Os nevos melanocíticos congênitos, ou simplesmente NMC, são manchas escuras formadas pelo acúmulo anormal de melanócitos em determinadas regiões da pele. Entretanto, a adolescente sofre de uma condição bem mais rara, que atinge aproximadamente 1 pessoa a cada 20 mil.

As marcas de nascença cobrem cerca de dois terços de todo o seu corpo: pernas, tronco, rosto. Por isso, Ciera sofreu muito durante a infância. O bullying continuou durante todo o ensino médio. ” Normalmente, os meninos são os primeiros a fazer alguma piada quando me veem. Eles dizem que eu pareço suja e coisas desse tipo”, desabafa Ciera. “Eu me lembro de estar no ônibus indo para a escolha e ouvir alguns garotos rindo e me chamando de ‘cão manchado’. Isso fez com que eu sentisse que algo estava errado comigo”, disse a jovem em entrevista ao jornal britânico Daily Mail .

Normalmente, existem procedimentos estéticos para retirar manchinhas e pintas do corpo, mas esse não é o caso de Ciera. As suas marcas de nascença tendem a crescer ao longo dos anos e então seria inútil remove-las. Além disso, ela precisa ter um cuidado maior em relação ao sol, sempre protegendo bem o corpo dos raios solares com filtro.

O processo de aceitação não é fácil e ela contou com o apoio das pessoas da sua pequena cidade pra isso. Todos os 600 habitantes de Richfield conhecem a adolescente, que sente completamente normal lá. H oje, com 19 anos e já tendo completado o ensino médio, ela diz não ter mais vergonha nenhuma. Sua autoestima é gigante e a sua condição não a impede de agir como qualquer outra adolescente, usando vestidos bonitos e biquínis para ir a praia. “No final do dia, todos nós somos diferentes em algum aspecto, seja interior ou exterior. Todas nós nascemos com características únicas, então devemos nos sentir bonitas com a nossa própria pele “.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s