Refrigerante está relacionado a caso raro de câncer, diz estudo

Pesquisadora descobre relação direta entre tumor raro e bebida doce.

Um estudo realizado pela pesquisadora Susanna Larsson, representante da Karolinska Institutet, na Suécia, mostra que quanto mais refrigerante você bebe, mais sucetível você fica a desenvolver casos raros de câncer, principalmente os ligados à vesícula biliar, já que a bebida tem alto nível de açúcar e prejudica esse órgão. Você deve estar se perguntando: “Mas isso é óbvio, né? Afinal, refrigerante não é nada saudável”. O senso comum até nos alerta sobre isso, mas esta, em todos esses anos, é a primeira vez que um estudo do tipo é realizado.

Refrigerante está relacionado a caso de câncer raroRefrigerante está relacionado a caso de câncer raro

 (Reprodução/)

Para chegar a um resultado confiável, Larsson analisou durante mais de 13 anos 70 mil adultos, com os mais diferentes tipos de organismos, corpos e hábitos alimentares. Após muitas e muitas análises, a sueca concluiu que os pacientes que bebiam por dia dois ou mais copos de qualquer tipo de suco industrializado e/ou refrigerante apresentavam um risco 79% maior de desenvolver tumor de vesícula biliar do que aqueles que ingeriam essas bebidas esporadicamente, como uma vez por semana ou por mês.

O câncer de vesícula biliar preocupa porque ele é bastante silencioso e, muitas vezes, confundido com alguma gastrite ou dor abdominal, já que o paciente sente os mesmos sintomas, como desconforto estomacal, vômito, perda de apetite… “É o primeiro estudo a mostrar uma forte ligação entre o alto consumo de bebidas doces, como refrigerante, e o risco de desenvolver câncer“, garante Susanna Larsson.

Refrigerante está relacionado a caso de câncer raro

 (Tumblr/)

A pesquisa ainda revela que é preciso controlar a diabetes, pois quanto mais refrigerante você ingere, mais chance você tem de desenvolver a doença e, consequentemente, mais chance de o seu organismo desenvolver um tipo raro de tumor. Em contrapartida, porém, é importante lembrar que o estudo da Karolinska Institutet é o primeiro a analisar essa relação e não pode ser tratado como uma verdade absoluta. Afinal, é preciso que outras pesquisas sejam realizadas para comprovar e/ou debater a conclusão de Larsson.

Entretanto, o alerta fica feito. O consumo exagerado de bebidas doces, como refrigerante, não é saudável. É preciso controlar o vício. Uma pesquisa realizada pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), em 2015, ainda ressalta que as opções light, diet ou zero não são mais saudável e apresentam tantos riscos quanto a versão original, já que possuem uma quantidade assustadora de adoçantes na fórmula. Ou seja, o mais indicado é maneirar nessas bebidas industrializadas, inclusive nos sucos de caixinha, e preferir as opções naturais, que são sempre mais saudáveis para o organismo.

Refrigerante todo dia? Se liga!

Comentários
Deixe uma resposta para Débora MattosCancelar resposta

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Débora Mattos

    Essa matéria acertou bem fundo no meu coração…

    Curtir