Que tal comemorar o Dia Mundial do Livro começando a ler um livro?

Mais de 40% dos brasileiros não têm o hábito da leitura. Talvez seja por isso que interpretação de texto esteja deixando tanto a desejar...

Mais um Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor que deveria ser comemorado da forma mais justa: lendo um livro. Mas lendo de verdade! Pode ser HQ, romance, drama, biografia, terror, chick lit, humor… No país que não lê, folhear um livro, seja no impresso ou no digital, é um diferencial e tanto!

 (Reprodução/Reprodução)

Em 2018, o Instituto Pró-livro divulgou uma pesquisa que mostra que 44% da população brasileira não tem o hábito da leitura, sendo que 30% nunca comprou um livro. Apesar de alto, o número é justificável. Um livro novo não é barato, principalmente os didáticos. Baixar um e-book também requer tecnologias e bandas largas que não são acessíveis a todos. Há também aqueles que asseguram não ter tempo de ler nem sequer uma revista, pois trabalham fora e dentro de casa.

Alternativas existem, contudo. Um livro novo pode ser substituído por um usado e projetos que estimulam a leitura acontecem por todo lado, em espaços privados e públicos. Que tal substituir a procrastinação nas redes sociais no caminho do trabalho pela leitura de um livro?

Os impactos negativos desse hábito (ou, no caso, da falta dele) já surtem efeitos: de acordo com um levantamento realizado pelo Programa Internacional de Avaliação de Alunos, o Brasil ocupa a 59º posição de um ranking de 70 países cujos problemas envolvendo leitura e interpretação de texto são bastante graves.

Outra pesquisa, realizada agora pelo Indicador de Analfabetismo Funcional, conduzida pelo Instituto Paulo Montenegro em parceria com a ONG Ação Efetiva, mostra que, de todos os brasileiros que chegam à universidade, somente 22% deles têm total condição de interpretar um texto que lê de forma correta e se expressar claramente. Quando dizemos “de forma correta”, não é que estamos falando que uma coisa não pode ser interpretada de mais de uma maneira, mas que a mensagem que o autor quis passar realmente foi entendida. E não tem segredo: é preciso de treino! Para aprimorar a leitura e a interpretação de texto, é preciso ler e escrever e ler mais um pouquinho. Ou, no caso do Brasil, mais um poucão.

E você, já leu um livro hoje? Que tal deixar um na cabeceira da sua cama? 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s