Manual do candidato do Enem 2018: o que levar no dia da prova?

É hora de revisar! Não as matérias, mas o que você precisa levar no dia de prova.

Neste ano, o Exame Nacional do Ensino Médio cai nos dias 4 e 11 de novembro. No primeiro domingo, são aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, e a Redação. Você tem 5h30 para entregar tudo ao fiscal. No segundo domingo, são aplicadas as provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, e Matemáticas e suas Tecnologias. Você tem 5h para resolver as questões de múltipla escolha.

 (Divulgação/Divulgação)

É interessante que você use o sábado que antecede o primeiro dia de Enem para descansar e deixar as coisas para o dia seguinte já separadinhas. Nada de sair arrumando as coisas em cima da hora, hein? Aproveite também para checar o tempo que você deve levar até o local de prova e dê uma margem de erro de meia hora para que eventuais obstáculos que possam surgir no caminho não te afetem. Chegar com antecedência é sempre melhor!

1. Horário de verão
Em 2018, o horário de verão começa justamente à meia noite de domingo. Ou seja, muitos candidatos terão uma hora a menos de sono e poderão se atrasar para a prova caso se esqueçam de acertar o relógio. Para que ninguém chegue depois de os portões fecharem, o Inep preparou uma ilustração para deixar claro o horário que os portões se fecham em cada região. Confira abaixo:

 (Reprodução/Reprodução)

2. Sono dos justos
Os especialistas dizem que o ideal é que o candidato tenha 8h de sono na noite que antecede a prova. Os que moram nas regiões afetadas pelo horário de verão, contudo, precisariam se deitar uma horas antes do que de costume para que isso acontecesse, e a gente sabe que regular o sono nem sempre é fácil. Por isso, é importante que você vá se preparando para dormir uma hora antes do que habitualmente no sábado. Deixe o celular carregando para o dia seguinte e não mexa mais nele. Faça um chá, leia um livro, escute música, faça coisas que te relaxem e estimulem o sono. “É bom evitar mexer nas redes sociais e não ficar comentando com os colegas, porque isso só chama ansiedade”, garante o professor Eduardo Valladares, Gerente Pedagógico do Descomplica.

3. Lanchinho da tarde
Algo leve, que não tome muito de seu tempo. Aposte em barrinhas de cereal, chocolate, biscoitos recheados ou até mesmo em uma fruta, como maçã ou banana. “Estudiosos dizem que carboidratos costumam dar um up, então é muito importante levar algo para suprir as energias”, dá a dica o professor Eduardo.

4. Materiais e documentos
Chegamos à parte mais importante! Afinal, você sobrevive à prova se esquecer-se de levar um lanchinho, mas nem entra no local para realizá-la se deixar em casa o documento de identificação original, oficial e com foto. Nem adianta levar cópias, mesmo que autenticadas. Se você tiver perdido o RG, por exemplo, e não tiver nenhum outro documento que possa substituí-lo (como Passaporte, Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Trabalho, etc), é preciso levar um “Boletim de Ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo de aplicação”, segundo informações do Inep. Também é obrigatório levar caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente. Nada de querer levar estojo com borracha, branquinho, lápis, canetinhas coloridas… Esses itens serão confiscados! O Inep ainda aconselha o candidato a levar o Cartão de Confirmação de Inscrição e a Declaração de Comparecimento impressa. Não são itens obrigatórios, mas é interessante que você os leve, para não ter erro. Eles estão disponíveis na Página do Participante. Celulares, mochilas e bolsas ficam isolados na frente da sala.

5. Controle de tempo
Cada caderno tem 45 perguntas de múltipla escolha. O professor Eduardo garante que é melhor fazer as questões fáceis e medianas primeiro, e depois as difíceis. Isso porque, de acordo com o critério da TRI (Teoria de Resposta ao Item), que é aplicado no Enem, aquelas questões complicadas só valem mais se você tiver acertado as mais tranquilinhas. Por isso, é bom garantir! O professor ainda acredita que o candidato deve se dedicar à redação por cerca de uma hora. Lembrando que o texto deve ter entre 7 e 30 linhas. Desrespeitar essa norma, fugir do tema proposto e escrever em primeira pessoa zeram a redação. 

6. Estrutura da redação
Comece descobrindo sua tese. Ou seja, aquilo que você pretende defender no texto, levando em conta o tema proposto pela banca avaliadora. Abra a dissertação argumentativa contextualizando a proposta, dizendo o que acha dela. Depois, siga para o desenvolvimento: explique os porquês, as causas, as consequências, de onde vem sua opinião e como você a sustenta. “Em seguida, a conclusão é o momento em que você vai propor como o problema vai ser resolvido. Você acha que o governo deve agir de alguma forma? A mídia? A sociedade?”, explica Eduardo Valladares.

7. Resultado
O gabarito oficial do exame é liberado no site do Inep e no App do Enem 2018 três dias depois que o último domingo de avaliação for encerrado.

Boa sorte! o/

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s