Manchas de óleo podem chegar às praias do Rio de Janeiro em poucos dias

A direção e a intensidade das correntes e dos ventos vão determinar quando isso vai acontecer.

Por Isabella Otto - Atualizado em 19 nov 2019, 16h30 - Publicado em 19 nov 2019, 15h30

O Rio de Janeiro é um dos destinos turísticos brasileiros mais procurados, principalmente em datas comemorativas. No último Ano Novo, por exemplo, 2,8 milhões de pessoas se reuniram na Praia de Copacabana para curtir o Réveillon. Neste ano, contudo, uma ameaça pode estragar a festa.

NurPhoto/Getty Images

As manchas de óleo que surgiram nas praias do Nordeste chegaram recentemente ao Espírito Santo, primeira localidade do Sudeste afetada, e é uma questão de dias para que o petróleo cru seja carregado pelas correntes marítimas até o Rio de Janeiro, segundo informam autoridades.

Humberto Barbosa, coordenador do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélite (Lapis) da Universidade Federal de Alagoas, afirma que a direção e a intensidade das correntes e dos ventos serão determinantes para saber quando isso acontecerá – mas que já é algo praticamente certo.

 

Continua após a publicidade

O Governo do Estado do Rio de Janeiro se reuniu no último dia 11 para discutir um plano rápido para controlar a chegada do óleo em um momento crítico do ano, que une a chegada do Verão e feriados como Natal e Ano Novo.

Estima-se que a Região dos Lagos seja uma das primeiras afetadas.

Publicidade