Laís foi surpreendida por um pedido de casamento no Ano Novo

Para muitos, 2016 começou com a mesma energia pesada de 2015. Mas, se esse for o seu caso, saiba que o amor ainda é a resposta.

Por mais que você prefira o Natal ou outras datas comemorativas do ano, não dá para negar que o Réveillon tem uma energia diferente: a expectativa de um novo ciclo que se inicia, uma nova chance de tentar, de começar do zero ou de dar uma passinho adiante. O momento exato em que o relógio dá meia noite representa muita coisa, e agora representa muito mais para a Laís Ferros, de 23 anos, que foi pedido em casamento nos primeiros minutos de 2016.

A paulistana estava na casa dos tios, em Araras, interior de São Paulo. A família estava toda reúnida e quando a contagem regressiva zerou e os fogos de artifício começaram a ganhar o céu, veio a surpresa. O namorado, Rodrigo Toni, de 24 anos, a chamou na sala e disse que sabia que eles tinham combinado de não trocar presentes, mas que ele tinha algo para ela. “Nessa hora, ele me levou para o segundo andar da casa. Um caminho de velas levava até a varanda, que estava decorada com vários ramos de flores, pétalas de rosa no chão e um varalzinho com fotos nossa s. Primeiro, ele me deu um buquê de lírios maravilhoso – eu amo flores e um dia comentei que gostaria de colocar lírios no meu buquê – e disse que esses cinco anos que passamos juntos foram os melhores de sua vida; e que queria passar o resto da vida comigo”, conta Laís, que aceitou o pedido na hora, mas confessa que ficou um pouco nervosa: ” sabe aquela sensação engraçada de ter sido tão mágico que você meio que não consegue se lembrar direito? Lembro de ter dito ‘sim’ e pirado com o anel de noivado, que era exatamente como eu queria”.

Mas a surpresa, que já estava perfeita, ficou ainda melhor quando a Laís desceu as escadas com o noivo, para se juntar à família, e encontrou todos reunidos, à espera deles, com bexigas de coração e champanhe. “Meu pai também estava segurando um outro buquê, com rosas lindas, para me dar. Foi emocionante! Todos esses detalhes me encantaram demais! No dia seguinte, para completar, a família do Rô se juntou a nossa para curtir um lindo dia de sol e comemorar o noivado”, lembra Laís, que admite não ter desconfiado de nada: ” eu sempre achei que se ele tentasse me fazer uma surpresa, algum dia, eu iria desconfiar de alguma coisa, mas não! Tudo aconteceu de forma perfeita e eu nem acreditei que ele preparou tudo sem eu ver”.

Em março, a Lá e o Rô completam seis anos juntos. A conversa sobre dar esse passo adiante na relação, porém, só surgiu há uns dois anos, quando dois casais de amigos bastante próximos ficaram noivos. “Mas nós sabíamos que o nosso relacionamento não estava maduro o suficiente para darmos esse passo”, conta Lá, que explica ainda que 2015 foi um ano maravilhoso, que mostrou que eles estavam preparados: “a forma como encaramos e superarmos tudo, inclusive os desentendimentos, nos provou isso”.

Mas não bate um frio na barriga ? Laís conta que sim, mas que se sente preparada para se casar, mesmo muita gente achando que 23 anos ainda é muito cedo para isso. “Cinco anos foram suficientes para nos conhecermos a ponto de saber se, de fato, gostaríamos de assumir uma relação que é para a vida toda – e que assim seja! Eu jamais sustentaria um namoro se me restassem dúvidas de que aquela pessoa é a certa para a mim “, afirma. Mas como ter certeza disso? A Laís acredita que a pessoa certa é aquela que traz paz ao seu coração e, que por mais difícil que seja o momento, seu coração ainda diz que você está no caminho certo . “Nenhum relacionamento é livre de desentendimentos, mas o diferencial é perceber que, apesar de tudo, você ainda escolhe aquela pessoa”.

O casal se conheceu em uma comunidade católica e apesar de ter rolado uns beijinhos logo no começo (risos), o namoro engatou só quando ambos entraram na faculdade. “Essa novidade passou a ser um assunto comum entre nós. Na primeira festa da minha facul, chamei o Rodrigo para ir comigo e ele topou. Foi lá que tudo começou. Costumo dizer que sempre rolou um clima entre nós e que a festa foi a deixa para começarmos a viver algo que já tinha começado há muito tempo . Nossos jeitos diferentes mostram que realmente nascemos um para o outro e que a nossa relação sempre será uma troca que vai dar certo “, afirma a noiva, que já tem muitas ideias para o grande dia!

E que assim seja! Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias da vida de vocês. Porque, afinal de contas, o amor ainda é a resposta…

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s