Guia de Sobrevivência: 15 dicas para sobreviver sem sofrimento aos festivais de música

Truques e conselhos importantes para você encarar um festival sem erro!

Foi dada a largada! Hoje, 18 de setembro, começa o Rock In Rio, na Cidade do Rock do Rio de Janeiro. Pensando nisso, preparamos uma lista com itens indispensáveis para você curtir esse festival de música (e muitos outros) sem erro!

O GUIA DE SOBREVIVÊNCIA DO FESTIVAL DE MÚSICA

1. Vá de tênis, por favor!

Você não é obrigada a nada, mas para evitar bolhas, calos e dores desnecessárias no dia seguinte (porque alguma dorzinha você sempre vai sentir, não tem jeito), vá de tênis. Conforto em primeiro lugar! É claro que tem toda aquela coisa de ir com um look todo trabalhado no estilo, mas um festival não deixa de ser um graaaande show, com várias apresentações. Logo, você vai “ganhar” alguns pisões, vai precisar ficar na ponta do pé, correr, pular, dançar… E, vamos combinar, dá para montar vários looks estilosos e confortáveis usando tênis.

2. Ouça a mãe e leve uma blusinha

Em pleno Verão, as chances de fazer frio para valer no final da tarde são mínimas. Mas sempre pode acontecer de a temperatura cair no comecinho da noite e nada pior do que passar frio e não ter como se aquecer. Por isso, leve um casaquinho, mesmo que ele seja bem levinho.

3. Capa de chuva pode ser útil

Principalmente, se a previsão do tempo indicar chuva no final do dia. Aí já viu, né? Os vendedores vão meter a faca e vender capas a dólares inflacionados. Por isso, se você estiver desconfiando de uma chuvinha e não quiser enfrentá-la despreparada, leve uma capa impermeabilizante de casa ou compra ela (bem) longe das proximidades do festival. Guarda-chuvas não são permitidos. Por isso, nem insista em levar um. As chances de você ficar sem ele são ENORMES.

4. Invista na bolsinha tira-colo

E no Evan Peters! (risos) Alguns festivais disponibilizam guarda-volumes para você poder curtir sem a mochilona nas costas. Mas você terá que desembolsar uma graninha a mais e enfrentar filas. Por isso, aconselhamos que você vá com uma bolsa menor à la Hermione (que parece pequena, mas tem espaço de sobra). O modelo tira-colo é o mais indicado, porque seus pertences ficam ainda mais seguros e pertinhos de você. Precaução nunca é demais!

5. Nunca coloque o celular no bolso de trás

Erro. Quer fotografar o show? Tudo bem. Mas guarde o celular na bolsa logo depois de usá-lo, nem que você precise pegá-lo novamente em seguida. A gente nunca sabe se vai cruzar ou não com pessoas mal intencionadas. Não dê sopa para o azar. Além disso, o aparelho pode escapar do bolso da calça ou do short sem que você sinta. Show, muvuca, multidão… Sabe como é, né?

6. Use protetor solar sempre

Esse é um conselho que você escuta quase que diariamente, mas vale reforçar. Mesmo em dias nublados, passe protetor antes de ir para o festival. E se a previsão for de “Rio 40ºC”, ca-pri-che! Não se esqueça dos ombros, braços, pernas, orelhas… Não é só o nosso rosto que fica exposto quase que constantemente aos raios soles durante festivais de música. Se curtir, vale investir em bonés e chapéus também!

7. Elástico de cabelo salva vidas!

Vale lembrar que se você for de boné e/ou chapéu, pode não aguentar a “quentura” e desistir do item no meio do caminho. É por isso que, em horas como essa, não tem jeito: o bom e velho elástico de cabelo é o seu melhor amigo. Para não ter erro, leve dois, para garantir.

8. Um “enroladinho” de papel higiênico na bolsa é essencial

Às vezes, o banheiro é bonitinho e limpinho, como os de shoppings. Às vezes, amiga, o negócio fede, literalmente (lê-se: você terá que enfrentar banheiros químicos). Mas independente das opções, papel sempre pode faltar. Por isso, leve um “rolinho” na bolsa. Não precisa ser um inteiro, pode ser um menorzinho, do tipo que você faz usando os dedos da mão mesmo. Ele também pode ser útil se você precisar assoar o nariz, limpar as mãos…

9. Leve dinheiro trocado e facilite a sua vida

Geralmente, dinheiro “real” não tem valor em festivais. Ou seja, você tem que primeiro trocá-los por fichas ou pela moeda do evento. Os preços costumam ser redondos, justamente para facilitar a sua vida e a do atendente do caixa. Assim mesmo, evite notas altas, de R$ 50 e R$ 100. Invista em notas de R$ 5 e R$10. Não leve alimentos de casa! Eles sempre serão barrados na entrada.

10. Tenha em mãos o mapa do evento

Assim como outras informações importantes. Por exemplo, se você for de transporte público, anote direitinho as linhas que você vai precisar pegar para ir e para voltar. Se for de táxi, já deixe agendado o número do contato. Uma dica muito boa é dar print do caminho indicado pelo Google Maps, por exemplo, e de outras pequisas que você possa eventualmente ter que fazer online. Se o sinal de internet estiver ruim, você corre o risco de ficar na mão. Se todas as informações já estiverem salvar na sua galeria de fotos, você não passa sufoco. Ufa! Bem melhor, não?

11. Coloque sua segurança em primeiro lugar

Isso inclui levar ao evento sua carteirinha do plano de saúde e tomar agumas atitudes simples, mas que podem ser bastante práticas. Por exemplo: que tal customizar o plano de fundo do celular e colocar informações básicas sobre você, para o caso de você perder o aparelho? Nome completo e telefone fixo para contato já estão de bom tamanho.

12. Baixe o App do festival no celular

Fazer isso não é apenas curtir a experiência ao máximo, mas ter em mãos informações importantes, que foram pensadas cuidadosamente para você. Em aplicativos do tipo, você consegue ter acesso ao line up completo do evento – divididos por dia, mapas de como chegar, localização dos palcos… E, o que é melhor, eles sempre são gratuitos. Ou seja, vale muito a pena!

13. Tem espaço? Leve uma canga!

Sim, aquelas de praia mesmo! Essa prática vem sendo usada desde o Woodstock (vide foto acima). Não é um item de primeira necessidade, mas pode te ajudar a curtir o festival com ainda mais conforto. Grama, lama, areia, barro… Você dificilmente vai se deparar com chão de asfalto em festivais de músicas (ainda bem, né?). A canga pode quebrar um galhão! Em último caso, ela pode até servir como toalha/cobertor. É muito multiuso, pode acreditar!

14. Programe-se para filas

Aqui, vamos dar duas dicas importantíssimas. A primeira delas é: saia de casa pelo menos uma hora antes do que você sairia se não estivesse rolando o festival. O congestionamento sempre fica mais intenso durante esses eventos. Sem contar que, às vezes, rola um trânsito básico só para entrar no estacionamento e/ou você precisa andar uns bons metros até chegar ao local. A segunda dica é: não queira assistir a todos os shows e nem pense que isso será possível. Em alguns casos, algumas apresentações do line up ocorrem simultaneamente. Por isso, foque naqueles três ou quatro shows favoritos e #sóvai !

15. Faça uma última revisão antes de sair de casa

O último item da lista vai ser a primeira coisa que você vai fazer antes de sair, combinado? Veja se pegou os ingressos, a carteirinha de estudante, o documento de identidade, a carteirinha do convênio médico, dinheiro, celular e todos os itens acima; e bom festival!!!!!!!!! o/

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s