Dia do Escritor: os livros que mudaram a vida das escritoras que a gente ama!

25 de julho: Dia do Escritor. Estreia de J.K. Rowling nas prateleiras liderou a nossa lista!

Elas são responsáveis por contar histórias que mudaram as nossas vidas! Agora, chegou o momento de descobrir a pessoa por trás dos livros que transformaram a vida dessas quatro escritoras brasileiras que estão na boca (e na mesinha de cabeceira) de toda adolescente.

Bruna Vieira

“Ser autora é não ter medo de usar a imaginação e ter coragem de contar o resultado para os outros. Um dos primeiros livros que me fez imaginar um mundo diferente do meu foi Harry Potter e a Pedra Filosofal, da J. K. Rowling. Se na época tudo o que eu conhecia era o interior de Minas Gerais, depois de ler essa história acabei criando uma enorme fascinação por Londres, bruxos e magia. Sem contar que, em cada capítulo, os personagens nos ensinam muito sobre a vida real. Fantasia na infância é legal por isso: você lê e acredita que é tudo de verdade! Quem são os adultos para dizer que aquilo não poderia acontecer? Ainda espero minha cartinha de Hogwarts até hoje! (risos)

Paula Pimenta

“Na adolescência, eu escrevia em meus diários tudo o que acontecia no meu dia. Mas eles eram bem infantis. Quando li O Diário da Princesa, de Meg Cabot, fiquei com vontade de escrever um livro nesse estilo também. No livro da Meg, por exemplo, é como se estivéssemos lendo os pensamentos da personagem Mia, que, por sinal, é muito parecida comigo! Ao terminar o livro, fiquei com uma vontade enorme de despertar essa sensação em outras pessoas. Foi aí que comecei a rascunhar os meus primeiros romances. Uma coisa boa da leitura é que sempre podemos começar de novo ou reler aquela parte mais marcante da história, para lembrar os ensinamentos e os sentimentos que tivemos da primeira vez que lemos… Gostaria que a vida fosse assim, que a gente pudesse reviver várias e várias vezes aquele ‘parágrafo’ especial e sentir novamente as mesmas emoções!”

Thalita Rebouças

“O livro que mudou minha vida, por ter me resgatado para o hábito da leitura, foi Feliz Ano Velho, do Marcelo Rubens Paiva. Li quando tinha 13 ou 14 anos e estava na fase de achar ler um tédio. O livro me fez rir, chorar, refletir… Eu não conseguia parar de ler! E olha que eu já sabia o final. Isso é incrível! A narrativa dele me prendeu como nenhum livro me prendeu antes. Quando li essa obra, senti uma montanha-russa de emoções. Adolescente é intenso e eu não fugi à regra. Já tive a oportunidade de falar com o Marcelo Rubens Paiva (momento tiete total da minha vida) e amei! Acho que eu e todas as mulheres da minha idade quisemos, um dia, namorar o Marcelo, sabia?”

Carol Sabar

“O livro que mudou a minha vida foi Harry Potter e a Pedra Filosofal, o primeiro volume da série escrita por J.K. Rowling. Eu sempre gostei de ler, desde criança, desde muito antes de a história do bruxinho de Hogwarts se tornar um mega sucesso. Foi esse livro que me deu aquele click, que me fez virar uma leitora obsessiva-compulsiva e fez eu odiar o meu tempo tão pequenininho perto da imensidão das livrarias.”

E aí, qual foi o livro que mudou a SUA vida?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s