Como planejar viagens legais e baratas

Viajar barato é cool. Veja 7 dicas fundamentais para planejar uma viagem legal e que não pese demais no bolso

1. Procure passagens com antecedência

Com antecedência, tudo é mais barato, principalmente as passagens. Sites como decolar.com ou viagens.americanas.com.br fazem uma busca em todas as empresas aéreas e te entregam a melhor ofeta. Dá até pra receber alertas no seu email quando houver uma boa opção no dia.

2. Guarde as notas fiscais

Quando você viaja para o exterior, pode pedir reembolso de alguns impostos. No balcão das lojas, diga que quer fazer o tax free (fique atenta: elas costumam ter uma placa anunciando os benefícios aos estrangeiros). Junte todos os envelopes e procure o gichê do Tax Free no aeroporto. Você recebe o reembolso diretamente na sua conta bancária já no Brasil.

3. Voe com escalas

Todo mundo prefere vôos diretos. Por isso mesmo, vôos com escalas costumam ser mais em conta. Mas isso não é problema pra quem tem tempo. E mais: se a conexão for longa, dá para sair e dar umas voltas na cidade de escala. Nada mal, hein?

4. Esqueça os hotéis

Há duas boas opções para quem quer fazer uma viagem econômica. Uma delas é ficar em albergues da juventude . Nesse tipo de hospedagem você divide o quarto com outros viajantes e paga ainda menos se for estudante. Ainda por cima, é ótimo para fazer amigos. A outra é alugar quartos na casa de alguém. O airbnb oferece lugares confiáveis e baratos em qualquer lugar do mundo.

5. Combine viagens em grupo

Viagens e passeios em grupo costumam ser mais baratos. Tente se encaixar em um grupo que esteja na mesma sintonia que você. Dependendo do número de pessoas no grupo, você ainda pode conseguir uma pechincha!

6. Estude o seu destino

Pesquise bem o lugar para onde você vai na internet. Procure sites que indicam lugares e eventos legais ( www.timeout.com, www.lonelyplanet.com, www.tripadvisor.com.br ). Quanto melhor informada você estiver sobre o seu destino, menos chances você tem de levar um golpe de turista e pagar bem mais caro pela programação que poderia ter conseguido pela metade do preço.

7. Compre no mercado

Viajar não significa só comer nos restaurantes caros. Você pode aproveitar muito substituindo uma refeição do dia por comida em casa. Já imaginou aprender fazer algum prato típico da região sozinha com os ingridientes escolhidos por você mesma no supermercado ou numa feira local? Uma experiência inesquecivel que seu bolso agradece!

Qual é seu próximo destino? Como está planejando sua viagem? Conta pra gente!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s