Com dois eclipses, junho é astrologicamente o mês mais “carregado” do ano

Entenda como o eclipse lunar desta sexta-feira, em Sagitário, e o próximo, solar e em Câncer, afetam seu signo e quais energias emanam para o mundo.

Por Isabella Otto - Atualizado em 5 jun 2020, 13h53 - Publicado em 5 jun 2020, 13h47
perfume ch o boticario fragrancia capricho mood
CAPRICHO/Divulgação

Entre protestos contra o genocídio negro, crise política e recorde de mortes por coronavírus no Brasil, está difícil conviver com os diários e incontáveis socos no estômago que andamos recebendo. É de se esperar que você encontre escapes no seu dia a dia para manter o mínimo da saúde mental em dia. A astrologia pode ser um desses escapes, mas não se anime: junho está marcado para ser um dos meses mais complicados do ano.

Margarita Balashova/Getty Images

Os próximos dias vão exigir muito do seu emocional e isso se deve a três movimentações que acontecem no céu de junho: o eclipse lunar em Sagitário nesta sexta-feira, 5, o eclipse solar em Câncer no dia 21 e a entrada de Sol em Câncer no dia 20. Está tudo alinhado, e muito dessas energias conversam diretamente com as movimentações sociais por justiça que estão ocorrendo no mundo todo, nas ruas e nas redes sociais.

Sagitário é um signo conhecido por prezar a liberdade e ter um invejável senso de justiça. Eclipses significam sempre mudanças e recomeços. O eclipse lunar em Sagitário desta sexta representa o início de uma nova fase, ainda mais pautada em lutas sociais. Todos nós sentiremos a necessidade de fazer a diferença, de usar nossas indignações para transformar. As movimentações astrológicas também indicam intensificação de crises políticas nos próximos seis meses, período de um ciclo iniciado por eclipses.

Na sequência, temos outro eclipse, só que um solar em Câncer. Este reflete mais em nossas emoções pessoais. Indica também o retorno de questões do passado, que voltam para serem solucionadas. Respire e controle a ansiedade. Essas coisas não precisam ser resolvidas da noite para o dia. Lembre-se sempre de que as energias de eclipses na astrologia perduram por seis meses. Ou seja, há tempo de sobra. Mas, se você já conseguir solucionar certos dilemas, para ir tirando eles do caminho, melhor. Deixe para agir sempre no pós-eclipse. Tire o dia em que o fenômeno acontece para se resguardar e refletir. É momento de criar novas bases. O que você deseja colher futuramente?

Continua após a publicidade

 

Já no dia seguinte ao eclipse solar em Câncer temos a entrada de Sol em Câncer, mais um estímulo para olharmos para dentro. É interessante perceber quais lições você pode aprender com tudo o que está acontecendo. Olhar pra dentro significa rever pensamentos, se desprender de antigos preconceitos, aprender e evoluir.

Os eclipses de junho, principalmente o em Sagitário, também estão ligados a energias de revelações e problemas e soluções no ambiente escolar e de trabalho. Marte e Netuno em Peixes pode levantar frustrações, como se você não estivesse na direção certa daquilo que deseja, principalmente nos setores profissional e educacional. Essa energia será sentida por causa da quadratura entre Vênus e Netuno que ocorre também nesta sexta, 5. Como já deu para notar, será um mês de mais reflexão e menos ação, e as poucas ações que acontecerão serão todas pautadas na busca por justiça e pela construção de um mundo melhor e mais igualitário. A questão principal é: como você pode contribuir com tudo isso? É neste mês que plantaremos os principais frutos que colheremos pelo resto do ano. Então, muito cuidado e pense nas energias você quer carregar pelos próximos seis meses. 

Publicidade