11 coisas que só quem tem preguicinha de começar um relacionamento entende

Começar um relacionamento é uma oportunidade incrível de se reinventar, mas que causa uma canseira... Ah, isso causa!

Você já reparou que algumas pessoas são viciadas na arte da conquista e amam ter primeiros encontros? Uma loucura, né? Principalmente se você é do time que fica até com dor de barriga de nervoso ao ter que se encontrar com uma pessoa pela primeira vez e ter aquele date inicial, que pode determinar se você e a pessoa dão match ou não.

 (Reprodução/Reprodução)

Daí você passa pelo primeiro encontro, pelo segundo, pelo décimo, se envolve com a pessoa, vive bons momentos com ela, acha que #agoravai e… Boom! Precisa recomeçar do zero, porque assim é a vida e os romances nem sempre evoluem para algo a mais. É uma ótima chance de recomeçar? Sim, é incrível. Mas dá uma preguiça danada em alguns momentos

1. Começar do zero é uma oportunidade incrível de se reinventar e tentar algo novo, mas dá trabalho, afinal, repetindo, você precisa começar DO ZERO.

 (Reprodução/Reprodução)

2. Tem aquela fase de papinho nas redes sociais, em que você flerta com a pessoa e a pessoa flerta (ou não) com você até que uma das partes tome a iniciativa de convidar a outra para sair.

 (Reprodução/Reprodução)

3. Pronto. É preciso enfrentar, mais uma vez, um primeiro encontro.

 (Reprodução/Reprodução)

4. É interessante conhecer alguém novo, mas sempre rolam aqueles momentos do tipo: “ninguém fala nada”, “preciso caçar um assunto”, “será que eu já posso perguntar isso ou é muito íntimo?”, “será que a pessoa tá curtindo?”, “ainda não tenho certeza de nada”, etc. Uma barra!

Veja também

5. O que mais pega mesmo é o fato de que você pode estar tendo um primeiro encontro com uma pessoa que não vai dar em nada e você ainda não sabe disso, mas só vai saber se tentar e pode tentar e perder tempo, mas não há o que fazer.

 (Reprodução/Reprodução)

6. Começos de relacionamentos podem ser cheios de rituais e, na maioria das vezes, eles causam ansiedade e insegurança. “Será que é cedo demais para dizer isso?”, “será que a pessoa demora para responder no WhatsApp porque não é muito ativa mesmo ou porque está desinteressada?”, “para onde a gente pode sair hoje?”… Ô, céus!

 (Reprodução/Reprodução)

7. Se a relação der uns passinhos a mais, vem a fase de conhecer os amigos da pessoa, os pais, criar uma intimidade ainda maior – e, vamos combinar, esse também pode ser um período um tanto quanto estressante.

 (Reprodução/Reprodução)

8. Na real? A verdade é que, às vezes, você está numa festa e até se interessa por uma pessoa, mas tem preguicinha de desenvolver um papo com ela ou até mesmo beijá-la porque já pensa no depois.

 (Reprodução/Reprodução)

9. Porque conhecer pessoas do zero pode ser bem cansativo.

 (Reprodução/Reprodução)

10. Mas, certas vezes, o interesse é tanto que vale até a pena sentir as borboletas no estômago e superar toda essa preguiça.

 (Reprodução/Reprodução)

11. “Que seja a última vez então, porque já estou exausta feat. calejada.”
Quem nunca pensou assim, né?

E você, se identifica? Também sente preguicinha de começar relacionamentos amorosos do zero?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s