Aluna é barrada de formatura por usar blusa mostrando os ombros

Ela foi para a aula com uma blusa ciganinha e voltou com uma suspensão de dez dias! Que ano é hoje?

Por Marcela Bonafé - Atualizado em 25 Maio 2017, 12h50 - Publicado em 25 Maio 2017, 11h39

Imagine estar no último ano da escola, com notas incríveis e bolsas já garantidas nas melhores universidades, e ser suspensa por dez dias – além de ser proibida de estar presente na sua própria formatura -, tudo isso simplesmente porque usou esta roupa em um dia comum de aula:

Sim, estamos falando de século XXI. Mais precisamente de um episódio que aconteceu recentemente na Hickory Ridge High School, na Carolina do Norte, Estados Unidos. A estudante da foto acima, chamada Summer, estava almoçando com esta roupa quando o coordenador da escola chegou na cafeteria e pediu para ela vestir uma jaqueta por cima da blusa.

Ela conta ao WCNC que respondeu que achava que a blusa dela estava boa e ele insistiu que a roupa não estava de acordo com o código de vestimenta da escola. Inconformada, ela aceitou a jaqueta emprestada de um colega e a vestiu, fechando o zíper. Não satisfeito, o coordenador disse que ela teria que ir até a sala de controle e trocar de roupa.

Continua após a publicidade

“Eu entendo porque um código de vestimenta existe, mas acho que depois de eu colocar a jaqueta, a questão deveria ter sido dada como resolvida“, Summer contou à publicação. Só que não. Ela não quis ir à sala de controle sem que antes ligassem para a mãe dela, e aí as coisas só pioraram – sem necessidade.

WCNC/Reprodução

Após a aula, Summer foi com alguns amigos até um auditório e pouco depois o coordenador entrou lá e pediu para todo mundo sair, menos ela. O coordenador estava armado e disse que tentaram ligar para a mãe dela, mas não conseguiram, então era um ultimato: ou ela ia com ele até a sala de controle ou eles a prenderiam.

Ela se recusou a levantar, porque disse que as pessoas precisam se manter firmes ao que elas acreditam. Sendo assim, o coordenador mandou prendê-la, mas antes de algemarem, a mãe dela ligou de volta e aí sim, como ela tinha dito, foi até a sala de controle. Só que não fizeram ela apenas trocar de roupa, mas também deram uma suspensão de dez dias e a proibiram de participar de qualquer atividade dos formandos, incluindo a formatura em si. A acusação foi de “insubordinação”.

WCNC/Reprodução

Summer ficou superchateada e destacou que traficantes de drogas e abusadores sexuais vão poder subir ao palco para pegar o diploma, mas ela, uma aluna com ótimas notas, não vai, simplesmente porque mostrou os ombros. O coordenador está até considerando expulsá-la da escola. Detalhe: desde o começo deste ano escolar, 45 estudantes já foram mandadas para a coordenação por estarem usando leggings ou blusas consideradas ~muito curtas~.

Continua após a publicidade

Diante disso tudo fica o questionamento: será que não passou da hora de esses códigos de vestimenta serem alterados em vez de as meninas punidas? De que forma essas roupas influenciam no que elas estão lá para fazer, que é estudar?

 

+ Leia mais: Três meninas foram barradas em voo por usarem legging! Oi?

Publicidade