A Mônica fala sobre o curso de Educação Física

Mônica Daira, 23 anos, estudante do 7º semestre de Educação Física na FMU

“Nos três primeiros anos, o curso de Educação Física tem foco na licenciatura, que é a formação básica que permite que você vire um professor. No último ano, a gente se forma bacharel e, a partir daí, pode exercer a profissão em clubes e academias.

 

As matérias que mais gostei até agora foram voltadas para a área escolar, como em Práticas Pedagógicas, Metodologia do Ensino e Psicologia. Mas, claro, o curso também tem matérias ligadas à biologia, como Fisiologia e Medidas de Avaliação. As matérias não têm muitos números, mas exigem muita leitura, e geralmente baseada em artigos científicos. Também há muitos trabalhos práticos, que ajudam a ter noção de como é mercado de trabalho.

O que mais me surpreendeu na faculdade foi descobrir todas as possibilidades de trabalho que um profissional de educação física pode ter . Além de ser professor em escolas e academias, também é possível trabalhar em hospitais e navios, o que achei muito legal! E dá pra trabalhar com atletas, crianças, adultos ou idosos. Como a área é bem ampla, nunca falta trabalho . Além disso, como cuidar da saúde e pensar no bem estar é uma tendência cada vez mais forte, o mercado de trabalho está superaquecido.

 

Na minha faculdade o estágio é obrigatório e já pode começar no 3º semestre. O legal é que, como é preciso dividir a carga do estágio em bacharel e licenciatura, a gente acaba tendo uma experiência bem completa, passando tanto por ensino infantil, fundamento e médio, quanto em academias, clubes e hospitais. Atualmente eu estagio dando aulas de circo em uma escola e em uma academia, além de ser gerente de um buffet infantil – a recreação é mais um campo de opção para quem se forma na área.

 

Claro que é bem importante gostar de atividades físicas, mas isso não quer dizer que é preciso ser atleta para fazer essa faculdade (na realidade, os alunos tem um porte super normal)”

 

O salário inicial de um profissional de educação física é de R$ 1.380 na capital paulista, segundo o SINPEFESP (Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Estado de São Paulo). 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s