A Julia fala sobre o dia a dia na faculdade de jornalismo

Julia Viana, 19 anos, estudante do primeiro ano de Jornalismo da Faculdade Cásper Líbero

Quando eu entrei no curso de Jornalismo, achei que já ia ficar sabendo tudo da profissão, mas no começo as matérias são mais focadas em abrir sua mente. Tenho sociologia, antropologia, sociologia, teoria da comunicação. Sinto que é um curso que todo mundo deveria fazer, porque amplia a sua visão de mundo, sabe? Você se torna mais crítico.

Durante a faculdade verei matérias bem variadas. Por enquanto não vejo nada com números, mas vou ter economia e jornalismo econômico. Além de história da arte, legislação, cultura brasileira. Tem muuuita leitura e é até complicado, você precisa ser bem organizada!

Não muda muito de faculdade para faculdade: os cursos costumam ter uma base mais teórica e depois partem pra prática. Uma amiga que faz jornalismo na USP tem trabalhos mais teóricos e os da minha faculdade são bem práticos. Geralmente você precisa montar a pauta, fazer entrevistas, editar o material. Adorei um trabalho de fotojornalismo! Saí fotografando pela cidade com um câmera analógica e escrevi uma reportagem com o assunto “São Paulo, a cidade que ninguém conhece”.

Sendo jornalista você pode trabalhar em rádios, jornais, revistas, na televisão, em assessorias de imprensa, um monte de coisas. Mas acho que a faculdade não é suficiente para garantir um bom trabalho: quem faz o curso é o aluno. Você precisa ser muito dedicado e focado, porque aprende sobre muitas coisas, mas de forma superficial. Penso em fazer pós-graduação quando achar minha área de interesse!

A maioria dos estudantes começa a estagiar durante a faculdade. Na minha existem vários laboratórios: você pode apresentar programas esportivos na rádio universitária, publicar matérias nas revistas da faculdade, fazer um programa de televisão, colaborar com os sites. Só que nada disso é remunerado. Você também pode trabalhar no centro de pesquisas e no centro de eventos, ganhando bolsa de estudos. Fora da faculdade, dá para estagiar em assessorias, redações de revistas, jornais, rádios. Tenho amigos trabalham em sites sobre vários assuntos (moda, política, comportamento e por aí vai!).

A expectativa de salário nem sempre condiz com a realidade, mas o piso de um jornalista que trabalha 7 horas é de R$ 3.104*. Só que isso é para mais tarde, depois de formada! Se encontrasse um estágio pagando uns R$ 800, já acharia muito bom.

*De acordo com o Sindicato de Jornalistas Profissionais de São Paulo, referente ao trabalho em revistas e jornais na capital nos anos de 2010 e 2011.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s