A cada decepção, é como se um pedaço de você morresse por dentro

Saia deste texto com a certeza de que a culpa não é sua (e que você pode sempre mais!)

Já reparou como histórias de amor fazem sucesso? Existe um motivo para isso: elas unem tudo o que as pessoas mais gostam de ouvir. Rola romance, drama, treta, suspense, diversão e decepção. E rola também uma identificação muito grande, principalmente em relação ao último item da lista. Afinal, se nós não aprendermos a lidar com as decepções de cada dia, nós surtamos.

É por isso que histórias de amor dão tão certo, pois elas reúnem todos os dilemas de vida. Como quando aquela pessoa que até ontem você acreditava ser especial, mas que hoje você não quer ver nem pintada de ouro (ou coberta com Nutella). Vamos do amor ao ódio em questão de segundos, assim como vamos do luxo ao lixo, do céu ao inferno, da alegria à tristeza, da plenitude à decepção. Não é um simples coração partido. É uma metáfora para toda as desilusões da vida.

Quanto maior a decepção, menor a autoestima

 (Reprodução/Reprodução)

A cada decepção, é como se um pedacinho de você morresse por dentro. Com o tempo, se torna cada vez mais difícil acreditar em si mesma. De pouquinho em pouquinho, você vai perdendo as esperanças, a autoestima, a capacidade de sonhar. Não é fácil se decepcionar. Machuca ouvir de alguém que você não faz nada direito. Dói não ser reconhecida. Incomoda no fundo na alma receber um comentário irônico e saber que, no fundo, ele não é verdadeiro.

Sabe o que você precisa fazer? Ligar menos. Quando alguém falar algo sobre você que você sabe que não é verdade, deixe que esse comentário entre por um ouvido e saia pelo outro. Se você sabe que não deve dar importância, por que então ainda dá? Talvez seja pelo mesmo motivo pelo qual continua dando relevância para aquela pessoa que não merece. A gente se preocupa demais, a gente quer ser muito igual aos outros, a gente quer muito viver o clichê da comédia romântica.

Quanto maior a decepção, menor a autoestima

 (Tumblr/Reprodução)

Não dá para dar ouvidos ao que todos dizem, não dá para dar confiança para alguém que não está sendo confiável, não dá para entregar os pontos na primeira decepção. Porque ela não vai ser a primeira nem a última. Porque só você sabe sobre você. Porque você é mais forte do que imagina. Porque, caso contrário, você vai se esquecer de fazer a coisa mais importante da vida, que é justamente viver.

But just because it burns doesn’t mean you’re gonna die. You gotta get up and try and try and try!

+ Leia mais: Quando você sente saudade de alguém que não sente a sua falta

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

  1. amei! isso eh bem verdade mesmo. que conselho vc dá para as pessoas q se sentem inferiores aos demais, q se sentem peixes fora da agua, as pessoas q se automutilam , q sentem uma dor tao grande que nao se pode ser expressada em palavras? Eh q eu tenho uma amiga q se sente assim, e quero ajudar ela 😦

    Curtir