7 lições de amor que aprendemos com os matches da Disney

Um mundo ideal, em que sentimentos são como uma canção para nós que estamos fora dos contos de fadas também!

Por mais fantasiosos e cheios de magia que os desenhos da Disney possam ser, é sempre possível extrair algumas informações deles para a vida. Para te inspirar, listamos a principal lição de amor que aprendemos com cada um desses sete casais, que não se conheceram no Tinder, mas deram match perfeito!

1. Cinderela e Príncipe Encantado

Lição: “Quem ama, não desiste fácil.”

Não foi nada simples para o Príncipe Encantado procurar a donzela que perdeu o sapatinho de cristal no baile, mas de uma coisa ele tinha certeza: ele não desistiria. Todas as mulheres do reino passaram pelo teste para que o príncipe, finalmente, encontrasse a Cinderela, mulher por quem se apaixonou. É conto de fadas, mas o amor da vida real também pode ser assim. Obstáculos vão surgir, mas vale a pena passar por cima deles, porque quando se ama, não se pode desistir tão fácil. Afinal, vocês podem ser “felizes para sempre”. Lembra?

2. Rapunzel e Flynn Ryder

Lição: “O amor implica mudanças.”

Você não tem que mudar quem você é por ninguém. Nem pensar que pode mudar o outro. Mas, naturalmente, estar apaixonada pode te motivar, sim, a querer ser uma pessoa melhor. É o que acontece na história de Enrolados ! Com um empurrãozinho de Flynn, Rapunzel encontra a própria liberdade e desperta seu lado corajoso. Já Flynn ? que, na verdade, se chama José Bezerra (amamos!) ? ao receber de volta a coroa que ele havia roubado, percebe que não quer mais ser um criminoso; só ficar com Rapunzel. É disso que estamos falando! O amor verdadeiro desperta o melhor lado da pessoa a cada dia.

3. A nna e Kristoff

Lição: O amor pode te surpreender.”

Em Frozen, Anna conhece Hans, um príncipe de quem instantaneamente fica noiva. No entanto, Kristoff aparece em sua vida quando ela está em busca da irmã, Elsa, e ajuda a princesa em sua missão. No fim, Hans se mostra um babaca e interesseiro, enquanto Kristoff se mostra um cara incrível! E na vida é bem assim, né? Constantemente, nos enganamos com as pessoas. Você pode descobrir seu príncipe encantado em quem menos espera e, também, se decepcionar por ter colocado tanta expectativa em cima de alguém que não merecia. Então, é bom ficar atenta aos boys a sua volta. O amor da sua vida pode estar mais perto do que você imagina! Já pensou nisso?

4. Tarzan e Jane

Lição: O amor supera as diferenças.”

De um lado, Jane, exploradora que mora na Inglaterra. Do outro, Tarzan, ser humano que foi criado por gorilas. Quando os dois se encontram na floresta, Tarzan percebe que Jane é humana como ele, apesar de serem diferentes. Eles acabam se apaixonando e aprendendo muito um com o outro, de uma forma que o sentimento acaba superando qualquer diferença. Afinal, o amor é assim mesmo: não tem cor, raça, classe social, religião… Ele só acontece!

5. Pocahontas e John Smith

Lição: Nem sempre tudo dará certo.”

Esse é um exemplo de história sofrida. A indígena Pocahontas e o inglês John Smith se apaixonam em meio a uma situação tensa: a tribo dela contra os tripulantes da embarcação dele. No fim da história, John leva um tiro no lugar do pai dela, e é forçado a voltar à Inglaterra para tratar o ferimento. Triste, né? Mas, às vezes, simplesmente, as coisas não são para ser. E aí? Bom, aí pode ter certeza de que você vai superar e se apaixonar de novo e de novo e de novo.

6. Bela e Fera

Lição: É preciso amar o lado Príncipe e o lado Fera.”

Quando você se apaixona por alguém, certamente ama as qualidades, mas aprende a lidar com os defeitos também. E essa é a lição que a Bela traz: mesmo depois de discutir com a Fera, que foi super grosseira por causa de um jantar, ela conseguiu, com o tempo, perceber que a criatura tinha um lado príncipe e se apaixonar ciente de tudo isso. Todo mundo tem esses dois lados. Ninguém é unilateral. Em um relacionamento, beleza exterior pode não ser tudo. E nunca é.

7. A riel e Eric

Lição: “Às vezes, é necessário abrir mão de algumas coisas.”

O fato de ser uma sereia não impediu que Ariel se apaixonasse por Eric; e vice-versa. Mas as coisas complicam um pouquinho, porque eles viviam em realidades completamente diferentes. Como eles ficaram juntos? Tritão, pai de Ariel, transformou a filha em humana. Mas com certeza não foi fácil para ela ter que deixar seu mundo para trás, muito menos a sua família. Não precisa ser tão radical como ela, é claro, mas a ideia é exatamente essa: para que um relacionamento vá para frente, é importante ter a noção de que cada um tem uma história, crenças, costumes e ideias diferentes. Sendo assim, é provável que, em certas situações, você ou seu parceiro precisem abrir mão de alguma coisa para que outra possa acontecer. Apenas Let It Go ! (Ops! Isso é de outro desenho…)

E você, qual outra lição de amor aprendeu com os contos da Disney?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s