7 coisas que você precisa saber sobre o jornalismo

Se você tem dúvidas se quer seguir a carreira de jornalista, essa matéria vai te mostrar sete coisas que você precisa saber antes de tomar essa decisão.

Quer ser jornalista? Não sabe muita coisa sobre a profissão? Está na dúvida se é a carreira ideal para você? Calma, não se desespere. Para te ajudar, fizemos uma entrevista com o jornalista Rodrigo Rodrigues, que já atuou como apresentador, repórter, autor e falou com a gente na Feira Guia do Estudante.

1) O que um adolescente precisa ter para ser um jornalista?

Principalmente é gostar de ler e escrever, isso é básico. Jornalismo pressupõe que você escreva, que o jornalista é um contador de história, então basicamente você vai escrever a história de alguma pessoa e contar para outras, seja no rádio, na TV, em qualquer outro meio, o princípio é o mesmo. Geralmente só escreve bem quem gosta de ler, porque aí você vai ter boas ideias. Você vai ter mais referências. E ler não é ler só os grandes clássicos da língua portuguesa, é ler jornal, revista, romance. Então basicamente você tem que gostar de ler e escrever, tudo parte daí.

2) Quem é tímida pode ser jornalista? Como lidar com isso?

A timidez atrapalha um pouco. O jornalismo pressupõe que você vai abordar pessoas que você não conhece. Então quanto mais você vencer a timidez melhor. Você vai entrevistar gente famosa que pode te intimidar, por exemplo, quando eu entrevistei Mark Zuckerberg. Se você não estiver desencanado, seguro, você trava. A pessoa pode procurar artifícios para perder a timidez, tipo no meu caso foi a música. Mas de uma forma ou outra você vai superar, porque você ser cara de pau te ajuda muito nessa carreira.

 3) Com a explosão dos influencers, você acha que é necessário fazer faculdade para seguir essa carreira?

Eu fiz faculdade, mas não terminei. Mas eu não conseguiria o que eu consegui sem o que aprendi na faculdade, porque foi a faculdade de jornalismo que me deu a chance de virar apresentador de verdade e foi através de um programa universitário que um diretor da TV Cultura me viu e me trouxe para São Paulo. Então eu devo a minha carreira à faculdade e às ferramentas que ela me ofereceu.

 4) O que o mercado exige do jornalista hoje em dia?

Esses novos tempos estão exigindo uma multifuncionalidade. O ideal é que a pessoa não só faça as perguntas em uma entrevista, mas o ideal é que ela saiba baixar esse conteúdo, editar e mandar pro chefe para ele avaliar. Você não precisa ser o especialista, mas é bom você ter uma noção de tudo.

5) Como você descreveria o cenário atual da profissão? Tá concorrido? Tá faltando emprego?

O cenário é caótico. Mas é como eu disse, você precisa ser multifuncional. Para você se dar bem você precisa ser multitarefa. Isso não é mais um luxo, é uma necessidade.

6) O fator financeiro é, muitas vezes, um aspecto determinante. O jornalista ganha bem?

Isso vai variar muito. O dinheiro é consequência do seu trabalho. Eu acho que o meio que ainda paga melhor é a televisão, principalmente pra quem está em frente da câmera, porque fica conhecido e isso acaba gerando outros tipos de trabalho. Mas também, o profissional deve saber várias coisas, porque aí ele trabalha para veículos diferentes. O ideal é que ele tire um pouco de renda de lugares diferentes, até porque na crise se uma some, tem a outra.

 7) Aqui na feira, muitas meninas nos disseram que os pais não estão deixando elas seguirem essa carreira. O que você diria para elas?

Convença os pais. Não adianta você fazer algo que os seus pais queiram que você faça. Você pode ouvir seus pais, seus amigos, mas você tem seguir a sua intuição e tentar aproveitar na sua carreira as habilidades que você tem. Eu acho que é a melhor chance de dar certo, porque se for fazer o que você gosta, vai se desenvolver melhor, já vai ter uma predisposição. Muita coisa pode dar dinheiro e muita coisa pode não dar. Isso é muito relativo.

Texto: Douglas Ono Uchida

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s