13 livros que, se você ainda não leu, deve ler nos próximos 365 dias

Bora atualizar a lista de leitura para 2019?

Ler é uma das atividades mais gostosas que podemos fazer. A leitura nos transporta para outras realidades, nos apresenta mundos imaginários e realidades bem diferentes da nossa. Através dos livros, conseguimos questionar o mundo, a nós mesmos, a sociedade e tudo o que está a nossa volta. Que tal começar 2019 com uma lista incrível de clássicos e lançamentos que valem um espaço no seu criado mudo?

 (Giphy/Reprodução)

O Que o Sol Faz Com as Flores – Rupi Kaur (2018)

Da mesma autora de Outros Jeitos de Usar a Boca, esse livro traz uma coletânea de poemas sobre crescimento e cura. A obra é dividida em cinco capítulos: murchar, cair, enraizar, crescer e florescer, assim como ciclo de vida das flores, fazendo referência ao título. Os temas são intensos e profundos, trazendo poemas sobre amor próprio, traumas, a redescoberta do amor e até com caráter político.

Ainda Sou Eu – Jojo Moyes (2018)

Sequência dos livros Como Eu Era Antes de Você e Depois de Você, essa obra traz uma história emocionante sobre descoberta de si mesmo e esperança. Lou Clark chega em Nova York, nos Estados Unidos, pronta para recomeçar e para fazer dar certo o seu namoro à distância. Porém, ela se vê no meio do mundo dos milionários e, quando percebe, já está inserida na alta sociedade novaiorquina. Por lá, ela conhece Joshua Ryan, que lembra Lou de seu passado. Em meio a toda essa confusão, a protagonista ainda precisa guardar segredos que não são seus e que poderiam mudar totalmente a sua vida. É aí que Lou começa a refletir e tentar redescobrir quem é Louisa Clark.

Tartarugas Até Lá Embaixo – John Green (2017)

O livro conta a história de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que vai em busca de um bilionário que desapareceu misteriosamente. Quem encontrá-lo, receberá uma grande recompensa em dinheiro. Enquanto vive essa aventura, Aza precisa lidar com vários problemas, inclusive com o seu transtorno obsessivo-compulsivo (TOC). Pode esperar muitas referências pops, cenas emocionantes sobre amizade e reflexões sobre a vida e sobre relacionamento com o outro.

Lonely Hearts Club – Elizabeth Eulberg (2011)

Cansada de ser magoada e sem esperança no amor, Penny Lane Bloom decide fundar o Lonely Hearts Club, uma homenagem aos quatro homens que nunca decepcionaram uma garota: John, Paul, Georfe e Ringo, os Beatles. O club é o lugar certo para mulheres que não precisam de namorados para serem felizes. Apesar de ser a única afiliada do clube, a ideia dele começa a se popularizar em sua  escola e, de repente, várias garotas querem se juntar a ela. Enquanto vive o sucesso como fundadora de um dos clubes mais populares, Penny precisa refletir se nenhum carinha vale mesmo a pena.

Livros para ler em 2019.

Livros para ler em 2019. (Divulgação/Divulgação)

No Seu Pescoço – Chimamanda Ngozi Adichie (2017)

Chimamanda é uma das autoras mais populares da atualidade e aborda com muita sensibilidade temas como imigração, preconceito, relações familiares e a sociedade no geral. Nessa obra, ela traz 12 contos justamente com essas temáticas que fizeram o seu trabalho se destacar. Espere por uma experiência de empatia e reflexão com esse livro.

O Mundo de Anne Frank – Anne Frank (1947)

Esse é um dos livros mais lidos do mundo e apresenta o depoimento de Anne Frank, uma menina morta pelos nazistas após ficar anos escondida com toda a família em um sótão em Amsterdã, na Holanda. Uma história emocionante que retrata com uma verdade dolorosa a luta dos judeus por sobrevivência durante o Holocausto.

Felicidade Clandestina – Clarice Lispector (1998)

Clarice Lispector é uma das maiores autoras do Brasil e fala sobre questionamentos da alma e sentimentos profundos como ninguém. Nesta obra, 25 textos com temáticas sobre a infância, adolescência, família, amor e autoconhecimento são apresentados ao leitor.

Veja também

O Pequeno Príncipe – Antoine De – Harpercollins Saint-Exupéry (1943)

Um clássico mundial, esse livro conta uma linda e tocante história de um piloto que sofre um acidente de avião no deserto do Saara e lá encontra um menino, conhecido como Pequeno Príncipe, que conta sobre o seu planeta natal, suas viagens pelos diferentes universos e mostra a ele um mundo cheio de imaginação e com questionamentos sobre a vida e o que vale a pena.

Antes que as Luzes Se Apaguem – Jay Asher (2018)

Sierra e sua família vivem em dois lugares diferentes, em Oregon durante o ano e na Califórnia no Natal. Os pais da menina são donos de uma fazenda de árvores de Natal e eles vão até a costa oeste para fazer as vendas, mas isso está prestes a mudar e essa pode ser a última temporada de Sierra no local. Por isso, ela decide curtir com Heather, uma de suas melhores amigas, e não ter nenhuma outra distração além de aproveitar com ela. Mas tudo pode mudar quando Caleb, um garoto com um sorriso incrível, aparece para comprar uma árvore. A conexão entre os dois é imediata, mas logo a jovem descobre que o passado do menino conta com coisas obscuras.

Livros para ler em 2019.

Livros para ler em 2019. (Divulgação/Divulgação)

Fogo e sangue – George R. R. Martin (2018)

Para quem adora Game of Thrones ou apenas curte histórias de guerras e famílias reais, esse livro pode ser uma ótima escolha. A obra conta a saga dos Targaryen, única família de senhores dos dragões a sobreviver à Destruição de Valíria. O livro narra as gerações de Targaryen que lutaram para manter o trono até a guerra civil, que quase destruiu sua dinastia.

O Homem de Giz – C. J. Tudor (2018)

Eita, que esse livro é cheio de mistérios. Em 1986, Eddie e os amigos passavam o dia andando de bicicleta em busca de novas coisas para fazer. Eles usavam um desenho feito em giz de um homenzinho rabiscado no asfalto como código para se comunicarem. Tudo vai bem até que um desenho misterioso leva as crianças a um corpo desmembrado espalhado por um bosque. Em 2016, Eddie tenta superar tudo o que aconteceu no passado, mas um dia ele e os amigos são surpreendidos com um aviso: o desenho de um homem de giz enforcado. Quando um dos amigos aparece morto, Eddie tem certeza de que precisa descobrir o que realmente aconteceu trinta anos atrás.

1984  – George Orwell (1949)

Um clássico que ainda tem tanta importância nos dias de hoje. Esse livro traz uma sociedade completamente dominada pelo Estado. Winston, um dos cidadãos desse local opressor, não aceita a realidade em que vive e questiona a opressão que o Partido e o Grande Irmão exercem disfarçadas de democracia.

Mil Palavras  –  Jennifer Brown (2018)

O namorado de Ashleigh, Kaleb, está partindo para a faculdade e a jovem está preocupada que o namoro dos dois vai acabar com a distância. As amigas da garota sugerem que ela mande uma foto nua para ele para dar uma movimentada na relação. Antes que ela possa mudar de ideia, Ashleigh vai até o banheiro, tira uma foto sem roupa no espelho e aperta o botão “enviar”. Porém, o término do relacionamento do casal é ruim e, para se vingar, Kaleb encaminha a foto para a sua equipe de beisebol. Em pouco tempo, todos já tem a foto. Ashleigh é ordenada pelo tribunal a prestar serviço comunitário e, durante a  atividade, ela conhece Marck, um jovem que oferece uma nova chance de amizade e o único do time que recebeu a foto e não olhou.

Pronta para arrasar na leitura em 2019?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Jéssica Baptista

    Adorei as dicas, mas no caso do sexto livro indicado, não seria “o DIÁRIO de anne frank”? Ou eles mudaram o título recentemente?

    Curtir