11 diferenças entre casais no começo de namoro e anos depois

O que a intimidade não faz, né?!

É muito normal que pessoas que acabaram de começar o namoro ajam um pouco diferente daqueles casais que já estão juntos há bastante tempo. Isso não quer dizer que elas estejam fingindo sobre quem são, mas que a intimidade é algo que se adquire com o passar do tempo e, aos poucos, faz a gente conseguir se soltar e ficar totalmente à vontade.

 (GIPHY/Reprodução)

Aqui vão algumas situações clássicas – e que chegam até a ser engraçadas quando se olha para trás:

1. Comer

 (GIPHY/Reprodução)

Começo do namoro: Os dois tentam controlar um pouco o lado ogro e comer civilizadamente, sem fazer meleca e de preferência em restaurantes mais legaizinhos.
Depois de um tempo: Ir a uma lanchonete e comer um sanduíche bem melequento mais um milkshake de sobremesa já é um ótimo plano para qualquer dia da semana.

2. Assuntos

 (GIPHY/Reprodução)

Começo do namoro: Parece que as pessoas pensam um pouco mais no que falar, tentam puxar papos interessantes e atuais.
Depois de um tempo: Deu vontade de falar, falou! Conversas aleatórias, assuntos bizarros e reflexões malucas são sempre compartilhadas.

3. Ir à casa um do outro

 (GIPHY/Reprodução)

Começo do namoro: É aquela timidez. Você basicamente pede autorização para tudo. “Posso usar o banheiro?”; “Me dá um copo de água?”; “Tudo bem se eu tirar o sapato?”.
Depois de um tempo: Você chega na casa da pessoa e já vai largando as coisas no quarto dela e se jogando na cama. Fora que você já sabe onde fica toda a comida – é só pegar.

4. Aparência

 (GIPHY/Reprodução)

Começo do namoro: A intenção dos dois é causar aquele impacto, então vale investir num perfume incrível, dar um jeito no cabelo, aparar a barba, escolher uma roupa bem bonita e passar uma maquiagem.
Depois de um tempo: Bermuda, chinelo, moletom, cabelo desgrenhado, barba mal feita, cara de sono… e os elogios de “como você está lindo(a)” continuam mesmo assim.

5. Nojeiras

 (GIPHY/Reprodução)

Começo do namoro: É quase impensável fazer qualquer coisa nojenta perto da pessoa. Todo o cuidado é pouco.
Depois de um tempo: Competição de pum, fazer cocô com a porta aberta ou até mesmo pedir para a pessoa sentir se seu desodorante está vencido já é coisa básica.

6. Presentes

 (GIPHY/Reprodução)

Começo do namoro: Você tem toda a criatividade do mundo para comprar e fazer presentes e surpresas incríveis em datas especiais.
Depois de um tempo: A criatividade esgota e você dá coisas mais clichês. Parece que não tem mais nenhum tipo de surpresa no mundo que você poderia fazer.

7. Ousadia

 (GIPHY/Reprodução)

Começo do namoro: Você fica ali meio em dúvida se segura a mão ou não, se beija a pessoa naquele momento ou não, se deve ~dar algum passo a mais~ ou não.
Depois de um tempo: Você já chega pegando na bunda da pessoa e a vergonha de se aproximar vai embora. Assim como a timidez para conversar sobre ~certos assuntos~.

8. Zoeira

 (GIPHY/Reprodução)

Começo do namoro: Você até pensa em uma piada ou zoeira com a pessoa, mas guarda para você. Ainda é cedo para correr o risco dela ficar brava.
Depois de um tempo: Vocês já têm apelidos nada carinhosos e vivem fazendo piada um com a cara do outro. E se marcando em posts zoeiros nas redes sociais, claro.

9. Famílias

 (GIPHY/Reprodução)

Começo do namoro: As primeiras vezes que você vai ter contato com a família do(a) namorado(a) dá uma vergonha, fica aquele clima de expectativa e é meio esquisito.
Depois de um tempo: Depois de um tempo todo mundo já te trata como parte da família e as pessoas até te mandam mensagem de vez em quando. 

10. Amigos

 (GIPHY/Reprodução)

Começo do namoro: Você apresenta o(a) namorado(a) para os amigos já avisando “eles são loucos” e fica torcendo para eles se darem bem, aos poucos.
Depois de um tempo: A galera já acolheu a pessoa e até convida ela para os roles também – além de todos já terem adicionado ela no Facebook.

11. Amor

 (GIPHY/Reprodução)

Começo do namoro: Se você namora uma pessoa, a ama (pelo menos é o que se espera). Mas no começo parece que é uma coisa mais enlouquecedora e intensa, onde tudo é maravilhoso e as coisas estão caminhando perfeitamente bem.
Depois de um tempo: O amor cresce. A cada dia, quando você acha que não poderia amar mais a pessoa, você ama. E a essa altura você já teve brigas, já conheceu os defeitos dela e nada disso fez seu sentimento mudar. Você sabe que nem sempre vai ser um mar de rosas, mas o importante é que vocês estejam juntos.

E, aí? Você e o @ concordam com tudo? Haha.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s