Cheio de referências, Map of the Soul: Persona, do BTS, é uma obra prima

Estilos musicais: K-pop, Pop
CAPRICHO
starsstarsstarsstarsstars

Esta sexta-feira (12) é um dia de fortes emoções para o ARMY. A #PERSONAWelcomeParty finalmente começou e já estamos viciados por todas as faixas de Map Of The Soul: Persona, o novo álbum do BTS. Enquanto esperávamos ansiosos pelo retorno do nosso grupo ultimate, os idols entregavam algumas pistas para o quebra-cabeças que cerca sua história. O misterioso projeto ARMYPEDIA tomou conta da internet e serviu como um diário completo de memórias revividas pelos fãs ao redor do mundo nos últimos meses. Os sete garotos também estrelaram sua versão para os quadrinhos com o webtoon Save Me, no qual o universo construído em volta do grupo ganhou novos recortes.

Map Of The Soul: Persona é algo para ser devorado inúmeras vezes sem medo de viciar. O álbum rendeu mais de 3 milhões de cópias somente na pré-venda. Na Hanteo, plataforma de vendas sul-coreana, os recordes foram quebrados e 600 mil cópias foram vendidas. Além disso, todas as faixas do disco já se encontram fixas nos charts coreanos. No Melon, uma das principais plataformas do país, o disco completo lidera o top 10.

“Encontramos força e felicidade em todos os momentos. Vocês sempre nos deram tanto amor e agora queremos conhecer ainda mais nossos fãs. Nós enchemos este álbum com sentimentos genuínos e mensagens que queremos compartilhar com cada um de vocês” disse o BTS sobre o novo trabalho em um comunicado oficial. Own!

BTS_Persona_BigHit2
O que vocês acharam de Map Of The Soul: Persona, o novo álbum do BTS? Big Hit Entertainment/Reprodução

Abaixo fizemos um faixa-a-faixa sobre o que te espera nesta nova era do grupo da nação:

Persona é a porta de entrada para o disco. A faixa, escrita inteiramente por RM e já divulgada, foi uma prévia do que estava por vir e se tornou a nossa obsessão nos últimos dias. Em uma sala de aula, Namjoon evoca seu melhor rap line para falar sobre as teorias do célebre psicólogo Carl Jung.

Boy With Luv é o argumento perfeito para fisgar novos fãs para fazer parte do ARMY. A faixa, lançada em parceria com a cantora Halsey, é colorida e incrivelmente chiclete – você provavelmente vai se prender no refrão dela por dias. Sem notas muito altas, mas mantendo um clima caloroso durante a execução, o refrão explora perfeitamente o carisma dos meninos e convida todo mundo para cair na dança. A produção é feita para dominar as rádios. Um hino sem falhas, né? O mv é refresco para os olhos e, se você se debruçar nos detalhes, vai encontrar referências ocultas por todos os lados.

O álbum segue com Mikrokosmos, que nos dá um universo inteiro para explorar. É uma faixa motivadora que reforça a importância de que todo ser deve brilhar à sua maneira. O compositor britânico Ryan Lawrie ajudou a preparar esta faixa. Ryan, que também é fã do BTS, se emocionou nas redes sociais quando revelou sua participação no disco. Declarando ser um dos momentos mais especiais de sua carreira, o compositor desejou que os fãs amem a canção tanto quanto ele.

Make It Right completa a terceira parceria internacional presente em Persona. Ninguém menos do que Ed Sheeran foi convocado para compor a romântica balada em hip-hop. O músico também agradeceu a oportunidade e contou via Instagram que esta feliz com sua primeira colaboração dentro do K-pop.

https://www.instagram.com/teddysphotos/p/BwJvLf6BKqB/

A participação de grandes nomes da música internacional nas faixas não diminui em nada o mérito pelo trabalho do grupo. Se associando cada vez mais às produções ocidentais, os jovens se misturam sem perder sua identidade única, garantindo espaço e criando uma nova fase para a música. K-pop é o novo pop e nós estamos adorando!

Na sequência, Home é o lugar para onde os fãs querem retornar quando estão se sentindo sozinhos e cansados. Esta música acolhe super bem quem quer que seja, em qualquer situação. Ao transmitir um sentimento de distância e vazio, a letra fala sobre deixar a porta aberta para, quando estiver vivenciando momentos difíceis, poder retornar para o lar.

BTS-Map-of-the-soul-persona
BTS lançou o álbum Map Of The Soul: Persona Big Hit Entertainment/Reprodução

Continuando na vibe mais dramática, Jamais Vu clama as dores e os nuances de sofrer o mais puro amor. O grupo implora por um remédio – ou melhor, uma melodia –  que faça seu coração bater novamente.

Dionysus encerra o disco da melhor forma possível: revisitando lugares muito importantes na trajetória do BTS. O hip-hop que tanto amamos faz referência aos clássicos War of Hormone e Attack of Bangtan. Outro acontecimento incrível na faixa se dá na mistura de ritmos. O groove noventista casa super bem com acordes e sons de guitarra. Uma verdadeira obra prima.

Por Gustavo Balducci