Yara Charry fala sobre sua personagem em Malhação: “Não sou assim”

A atriz falou com a CH sobre Malhação, sua carreira e a mudança da França para o Brasil

Quem vê Yara Charry arrasando como a metidinha Jade em Malhação – Vidas Brasileiras nem imagina que ela se mudou para o Brasil há menos de três anos. É que a atriz nasceu na França e veio para cá para interpretar Sophie na novela Velho Chico.

Desde então, ela continuou no país, começou a fazer aulas de atuação e emendou um trabalho no outro. Yara conversou com a CAPRICHO e falou sobre essa transição, sua personagem em Malhação e suas outras paixões artísticas. Olha só:

CH: Nesta Malhação, temos uma quinzena dedicada para cada personagem. O que podemos esperar da história da Jade?

Yara: Na verdade, eu ainda nem sei direito. Eu tenho uma sinopse, mas é muito vago. Hoje a gente vê que a Jade tem o nariz empinado, mas também tem o lado sensível, como vimos na história da Pérola. Então acho que a história vai vir para entendermos por que ela é assim, por que ela tem mudanças de temperamento, por aí.

CH: Falando na Pérola, ela teve uma história muito delicada com a anorexia e a bulimia. Você já passou por isso ou conhece alguém que tenha passado?

Yara: Eu tenho uma amiga que passava por isso. Ela falava ‘eu quero ser magra, mas eu amo comer, então eu tenho que ir no banheiro vomitar depois de comer’. A gente tentava mostrar pra ela que não é assim. Demorou, mas depois de um tempo ela aceitou procurar um médico. Acho que a melhor coisa a se fazer nessas horas é conversar com alguém de confiança, seja um médico, um professor, ou alguém da família.

Malhação vidas brasileiras Jade (Yara Charry) na gravação do clipe do Garoto (Pedro Maya)

Jade (Yara Charry) na gravação do clipe do Garoto (Pedro Maya) (Mauricio Fidalgo/Globo)

CH: A Jade tem uma personalidade muito forte. Você se acha parecida com ela?

Yara: A Jade é muito entrona, ela gosta de passar por cima de todo mundo. Eu não sou muito assim. Eu, por exemplo, nunca cheguei num cara que eu gostava e falei ‘eu gosto de você, quer namorar comigo?’, tipo o que ela fez com o Tito. Eu nunca fiz e acho que nunca faria, porque eu sou mais reservada nesse sentido.

CH: Agora falando sobre sua vida. Como rolou essa mudança da França para o Brasil?

Yara: Eu nasci e sempre morei na França. Minha família e meus amigos estão lá e eu já, até, estudava e trabalhava. Daí, um dia, há uns dois anos e meio, a produção de Velho Chico me ligou e pediu pra eu vir fazer um teste pra Sophie. Eu cheguei num sábado, fiz o teste domingo e segunda comecei a gravar.

Velho Chico Yara como Sophie em Velho Chico

Yara como Sophie em Velho Chico (Estevam Avellar/Globo)

CH: E você pensa em ficar aqui para sempre agora?

Yara: Eu não consigo ficar um ano sem ir pra Paris pelo menos umas 3 ou 4 vezes, porque lá tá todo mundo que eu conheço, mas isso dá pra fazer nas férias. Pensando profissionalmente, eu não tenho vontade de voltar pra lá porque minha profissão é aqui. Eu sinto falta de algumas coisas, mas acho que isso não importa muito quando a gente vai fazer o trabalho que gosta.

CH: Na França, você também jogava vôlei, nadava profissionalmente e dançava. Como faz para manter isso aqui também?

Yara: Hoje em dia eu uso como hobbie. Às vezes me junto com os meus amigos de final de semana e jogo nas quadras de Botafogo, treino na academia outras coisas, sempre que dá eu aproveito.

yara-charry-instagram Yara Charry em post no Insta

Yara Charry em post no Insta (Reprodução/Instagram)

CH: Em Paris, você estudava marketing de moda e chegou até a trabalhar na Chanel. Como você encontrou um jeito de estar perto da sua paixão aqui?

Yara: Acho que sem a moda eu surtaria um pouquinho. Eu amo saber sobre Fashion Week, amo saber sobre nova coleção, amo saber sobre tudo que tem a ver com a moda. Mas não é porque eu vim pra cá e comecei a atuar que eu deixei de isso de lado, não. No ano passado, por exemplo, eu tava aqui no Brasil e mesmo assim fui pra Fashion Week.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s