Tudo que rolou nos bastidores das finais do X Factor UK

A CH estava lá e não faltaram explosões e papel picado durante as apresentações de Little Mix, Sam Smith e P!nk

Rak-Su foram os vencedores do X Factor UK 2017

Rak-Su foram os vencedores do X Factor UK 2017 (X Factor UK/Reprodução)

Com muito papel picado e pirotecnias dignas de shows de heavy metal, a 14ª temporada da versão britânica do X Factor chegou ao fim no domingo (2/12), consagrando a boy band Rak-Su como a grande vencedora da noite. Além dos efeitos especiais, o evento foi marcado pelas apresentações de P!nk, Louis Tomlinson, Little Mix (junto com os meninos da CNCO), do grupo californiano PrettyMuch e do muso Sam Smith.

A grande final do programa foi dividida em dois dias: sábado (1/12) e domingo (2/12). A CAPRICHO estava onde rolou o evento, no ExCel em Londres, como vocês devem ter visto no nosso Instagram Stories, e conta tudo que rolou nos bastidores e quais foram as performances que mais marcaram a final do X Factor UK.

Dias antes de a apresentação acontecer, o clima para assistir ao programa ao vivo da plateia jqu á é bem tenso. Isso porque, é preciso se aplicar para adquirir os ingressos – vale ressaltar que os tickets são totalmente de graça! Para a final, cerca de sete mil sortudos foram escolhidos entre dois milhões de aplicações para assistir ao evento.

Devido a essa grande quantidade de pessoas, todo são direcionados a uma fila de 20 minutos logo na entrada do local para a retirada do ingresso. Depois, é preciso enfrentar mais uma pequena fila de cerca de dez minutos para entrar na arena do espetáculo. Ao adentrar, uma chuva de luzes e lasers apontam para todas as direções possíveis – é sério, se eu soubesse disso, teria ido de óculos escuros.

Junto ao espetáculo de cores, muita música e correria rolam soltas no local. A produção dá os toques finais no palco, nos microfones e nas câmeras para deixar tudo perfeito para o momento em que o programa for ao ar. Aliás, alguns minutos antes de a transmissão iniciar, um apresentador começa a quebrar o gelo e a animar a galera. Ele faz todo o tipo de brincadeira e incentiva a galera a cantar junto, gritar, bater palmas – e até a vaiar!

Voltando às apresentações, a primeira noite teve um foco maior nos três competidores que chegaram ao final do programa: a garota de cabelo cor de rosa Grace Davies, que tem Sharon Osbourne como mentora, o grupo Rak-Su, comandado pelo ícone Simon Cowell, e o francês Kevin Davy White, do grupo da jurada e ex-Pussycat Doll, Nicole Scherzinger. Vale mencionar que era esperado que os três chegassem à final, pois todos foram os mais votados pelo menos duas vezes e também já haviam ganhado o Prize Fight.

Enquanto o Rak-Su apresentou duas canções originais, as sensacionais Mamacita e Dimelo, essa com as participações especiais do ganhador do Grammy Wyclef Jean, e de Naughty Boy, Grace Davies emocionou com a música Live and Let Die, da Wings (ex-banda de Paul McCartney), e sua canção original Roots, que ganhou um tempero especial com a ajuda dos vocais poderosos da diva Paloma Faith. Kevin foi o único a cantar apenas covers, mas isso não deixou as apresentações das canções Whole Lotta Love, do Led Zeppelin, e Fast Love, de George Michael, que teve a participação do vencedor do Britain’s Got Talent, Tokio Myers, menos emocionantes.

Na hora do intervalo, quando as câmeras estavam desligadas, a galera da plateia corria para a área VIP, onde os participantes eliminados da edição estavam concentrados. Pessoas de todas as idades tentavam chegar pertinho dos ídolos e muitos conseguiram tirar fotos e até trocar uma ideia. Além deles, a vencedora da 12ª edição do X Factor no Reino Unido, a cantora Louisa Johnson, marcou presença na área com um terninho de cor alaranjada.

A cada show, os competidores eram extremamente aplaudidos, mas já dava para notar que os garotos do Rak-Su recebiam mais palmas e gritos histéricos da plateia. Maior que o barulho causado pela apresentação da boy band foi o show de Louis Tomlinson. O integrante do One Direction cantou seu novo single, Miss You, com um look bem soltinho e com a desenvoltura que só alguém que já fez parte de um dos maiores fenômenos pop de todos os tempos tem.

Ainda no primeiro dia, o grupo californiano PrettyMuch, descoberto por Simon Cowell, apresentou seu single No More. No entanto, o que ninguém esperava é que o próprio Simon iria esquecer o nome da canção. Na hora de apresentar a boy band, o jurado travou por alguns segundos e tentou não mostrar que havia esquecido e fez uma longa pausa, seguido pela frase: “vou deixar vocês descobrirem e ouvirem por vocês mesmo”. Esperto, porém, a galera do Twitter não perdoou e tirou muito sarro da gafe.

A primeira noite das finais terminou com a eliminação de Kevin Davy White. O francês não se mostrou decepcionado e disse que estava muito feliz pela confiança dada pelos britânicos. Com isso, restaram apenas Grace Davies e o Rak-Su para disputarem a final no domingo. Diferentemente do sábado, o domingo teve menos filas e aparentemente menos pessoas. No entanto, a animação no local era muito maior, com muitas pessoas cantando, dançando e gritando. O segundo dia da final foi um pouco mais curto, mas foi mais recheado de apresentações de grandes nomes da música internacional, como P!nk, Little Mix e Sam Smith.

Tanto Grace quanto os meninos do Rak-Su apresentaram duas canções. A garota do cabelo cor de rosa cantou duas músicas originais, as lindas Nothing But Words e Too Young. Apesar de não ter arrancado tantos gritos da plateia, Grace ganhou a simpatia de Simon Cowell, que disse várias vezes que a cantora de 20 anos era uma artista excepcional. Diferentemente de Grace que cantou músicas com tons mais sentimentais, os meninos da Rak-Su levantaram a plateia com as canções animadas (e originais), Touché e Mona Lisa.

Quem abriu os shows dos artistas de fora foram as meninas da Little Mix, que foram reveladas pelo X Factor UK. Vestidas de terninhos, as cantoras fizeram uma performance de um medley de suas músicas Power e Reggaetón Lento. Na segunda canção, elas tiveram – pela primeira vez – a participação da boy band latina CNCO. A apresentação foi cheia de coreografias, muitas luzes e explosões, mas o que mais chamou a atenção da galera da plateia foi a suspeita de que as garotas do Little Mix estavam fazendo playback – eu, sinceramente, não notei isso (acho que estava totalmente embasbacada com as coreografias). Cowell, no entanto, ficou praticamente sem palavras após a performance e apenas disse que o show foi uma aula e que ele se sentia extremamente orgulhoso.

Após a Little Mix, os já veteranos P!nk e Sam Smith se apresentaram de maneira impecável, com os vocais perfeitos e muita emoção – especialmente no caso de Sam. O palco criado para a apresentação de Sam, aliás, tinha um candelabro gigantesco e algumas cortinas que davam um ar todo especial ao local – apesar de eu conseguir ver toda a estrutura criada, já que estava assistindo da lateral do palco.

Quando Rak-Su foi mencionada como a vencedora desta edição, o local foi abaixo. A plateia gritava em uníssono “Rak-Su! Rak-Su!” e os meninos pulavam para todos os lados do tablado. Não vou dizer que fiquei surpresa com a decisão, já que desde o primeiro dia a plateia se mostrava mais animada quando a boy band começava seus shows.

Para o dia fechar de forma perfeita, Rak-Su cantou mais uma vez sua canção Dimelo para a felicidade de todos que estavam presentes no ExCel. Depois que a transmissão foi cortada, os meninos – visivelmente felizes e emocionados – ainda ficaram um tempo no palco e conversaram com alguns fãs. Era a hora de ir embora, mas de uma coisa tive certeza: vou assistir à próxima temporada, que deve estrear só no segundo semestre do ano que vem, com muito mais atenção (e animação!).

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s