Todas as expulsões que já aconteceram no Big Brother Brasil

Ao todo, seis participantes foram desclassificados do reality, sendo que um deles nem chegou a entrar na casa

Por Gabriela Zocchi - 21 abr 2020, 07h56
perfume ch o boticario fragrancia capricho mood
CAPRICHO/Divulgação

Todo mundo concorda que esta edição do Big Brother Brasil está bem polêmica! Nos últimos meses, houve pedidos de expulsão no Twitter de Gizelly, Flayslane, Prior, Daniel, Petrix, Pyong… E a lista continua!

Embora tenham rolado todos esses apelos do público, nenhum participante foi forçado a sair do jogo pela produção por enquanto em 2020. Inclusive, acredite se quiser: ao longo de anos de reality show, apenas 6 pessoas conseguiram este feito. A edição com mais expulsões foi a do ano passado, que contabilizou três eliminações imediatas. Será que você lembra de todas? Vem ver a lista com a gente!

Hariany Almeida – BBB19

Globo/Reprodução

Para desespero de todos, inclusive dos participantes do BBB19, Hariany, que já era uma das finalistas do programa, foi expulsa na véspera da final por agressão. Durante uma discussão com Paula após uma festa, a sister empurrou a amiga, que acabou caindo no chão.

Continua após a publicidade

Vanderson Brito – BBB19

Reprodução/Globo

Depois que a Globo anunciou os participantes do BBB19, uma suposta ex-namorada do biólogo o acusou de tê-la agredido verbal e fisicamente enquanto eles ainda tinham um relacionamento. Depois, quando o programa já estava no ar, três boletins de ocorrência foram abertos contra o acreano por lesão corporal no âmbito de violência doméstica, estupro e importunação ofensiva ao pudor. A Delegacia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá (DEAM), no Rio de Janeiro, então intimou o brother a prestar depoimento e, por isso, ele precisou ser desclassificado do Big Brother. O caso ainda está sendo investigado. Vanderson se diz inocente.

Fábio Alano – BBB19

fabio-bbb-19
Fábio é desclassificado do BBB19 Globo/Reprodução

O lutador de MMA foi desclassificado antes mesmo do reality começar! Fábio foi anunciado como um dos participantes da recente edição do programa, mas antes de entrar na casa foi desligado pela produção. É que ele tinha um contrato vigente com uma marca que fugia do regulamento do reality. Como isso não foi avisado para emissora, gerou sua eliminação do programa.

Continua após a publicidade

Marcos Harter – BBB17

11 vezes que o Marcos do BBB 17 agiu como um típico machista
Reprodução/Reprodução

Assim como aconteceu com Hariany, Marcos foi desclassificado do BBB17 pouquíssimos dias antes da final. Na época, ele foi acusado de agredir Emilly, com quem tinha um relacionamento dentro da casa, durante uma discussão. Em uma festa, o médico apertou forte o pulso da sister, além de tê-la colocado contra a parede, colocado o dedo na cara dela e gritado bastante. Antes da expulsão do brother, Emilly foi submetida a um exame clínico e seus direitos foram garantidos pela Lei Maria da Penha.

Ana Paula Renault – BBB16

Reprodução/Globo

Após beber muito em uma festa, a jornalista discutiu com Renan e acabou dando dois tapas na cara dele. O brother reclamou da agressão no confessionário e Ana Paula foi expulsa pouco depois. Essa foi a primeira desclassificação que aconteceu no programa por esse motivo.

Continua após a publicidade

Daniel Echaniz – BBB12

Reprodução/Globo

Um dos casos mais polêmicos do Big Brother Brasil aconteceu em 2012, quando Daniel precisou se desligar do programa por “grave comportamento inadequado”, nas palavras da direção. Na ocasião, o brother foi para o quarto com Monique Amim depois de uma festa, onde eles trocaram beijos, mas em seguida ele foi acusado de ter abusado sexualmente da sister, que estava desacordada e disse não se lembrar de nada. Ao sair do programa, contudo, Monique declarou que “as carícias foram consensuais”. Pouco depois, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro encerrou o inquérito policial contra o modelo, declarando que não houve crime.

Publicidade