Taylor Swift e Kim Kardashian reagem a polêmica de ligação vazada

A representante da cantora também entrou na confusão: "Quem vocês irritaram para vazar esse vídeo?"

perfume ch o boticario fragrancia capricho mood

 (CAPRICHO/Divulgação)

E a treta continua… Na madrugada do último sábado (21/3), uma das maiores brigas do mundo pop veio à tona novamente. Em 2016, Kanye West lançou a música Famous e a letra do single possui um trecho bem polêmico e desrespeitoso sobre Taylor Swift: “Eu acho que eu e a Taylor ainda poderíamos transar. Eu fiz aquela vadia famosa”. Para completar, o clipe ainda conta com uma boneca nua da cantora na cama dele.

Na época, várias celebridades criticaram a atitude do rapper e foi aí que Kim Kardashian resolveu divulgar, em seu Snapchat, partes da tão polêmica ligação entre seu marido e Tay. O contexto dos vídeos dava a entender que a cantora teria dado autorização para a música e que estaria bem com toda a situação. Comentários com emojis de cobra e xingamentos encheram as redes de Swift, fazendo com que ela sumisse da mídia por quase dois anos e se apropriasse da cobra para o lançamento de seu sexto álbum, o Reputation.

Quatro anos após o ocorrido, essa história ganhou um novo capítulo. O vídeo completo da ligação caiu na internet, provando, para aqueles que não acreditavam na cantora, que ela disse a verdade sobre não saber do trecho em que Kanye a chama de vadia. Rapidamente, hashtags pedindo o cancelamento do rapper dominaram as tendências mundiais do Twitter, assim como os termos “Desculpe Taylor” e “Taylor estava certa”. A loira chegou a curtir posts sobre karma em seu Tumblr, mas só falou oficialmente do assunto nessa segunda-feira (23/3), em seus Stories.

“Ao invés de responder aqueles que estão perguntando como me sinto sobre o vídeo vazado, que prova que eu estava dizendo a verdade o tempo inteiro sobre *aquela ligação* (sabe, aquela em que fui ilegalmente gravada, que alguém editou e manipulou para me incriminar e fazer da minha vida, da minha família e dos meus fãs um inferno pelos últimos 4 anos)… Veja o que realmente importa”, diz o texto acompanhado de um link para doar em prol da Organização Mundial da Saúde e da ONG Feeding America.

E durante a madrugada dessa terça-feira (24/3), Kim também quebrou o silêncio e insistiu que precisava se manifestar, apesar de se sentir desconfortável. “Não tenho outra escolha, preciso responder, porque Taylor está mentindo”, afirmou.  Ela se defendeu e disse que, na época da ligação, a música ainda não estava pronta: “A mentira nunca foi sobre a palavra ‘vadia’, foi sobre existir ou não uma ligação e o tom da conversa. Eu nunca editei nada (outra mentira) – eu apenas postei alguns trechos no Snapchat para provar algo e o vídeo vazado recentemente não muda nada nessa narrativa.

Kim justificou que a gravação foi feita porque o marido tem o direito de documentar seu processo criativo “como Taylor fez em seu documentário”, citando o Miss Americana, lançado no início do ano pela Netflix. A empresária revelou que filmou tudo para o arquivo pessoal do rapper e que isso nunca teria sido divulgado “se Taylor não tivesse mentido e a forçado a defendê-lo.

“Para ser clara, o único problema que tive com toda essa situação é que Taylor mentiu através de sua representante, que afirmou: ‘Kanye nunca ligou para pedir permissão…’ Eles claramente conversaram, então mostrei isso para vocês. Ninguém nunca negou que a palavra ‘vadia’ foi usada sem a permissão dela“, completou a empresária.

Só que Tree Paine, representante de Taylor citada pela Kardashian, também não deixou barato! Ao ver as declarações da socialite dizendo que a cantora mentiu através dela, a publicitária usou o Twitter para publicar – novamente – a nota completa a qual Kim se refere e que foi usada por ela em 2016: “Eu sou a representante da Taylor e essa é a minha nota COMPLETA e SEM EDIÇÕES. A propósito, tirar trechos de algo é o mesmo que editar. P.S. Quem vocês irritaram para vazar esse vídeo?” Confira a declaração:

“Kanye não ligou para pedir aprovação, mas para pedir que Taylor lançasse seu single Famous no Twitter dela. Ela recusou e o advertiu de lançar uma música com uma mensagem misógina tão forte. Taylor nunca ficou sabendo da frase específica ‘eu fiz aquela vadia famosa'”.

Que treta, né? No vídeo da ligação completa, Taylor fica apreensiva ao saber que Kanye pretende citá-la em sua faixa e pergunta se é algo maldoso. O rapper realmente pede que a cantora lance sua música no Twitter dela e a loira não autoriza. Ela ainda pede para ouvir a versão completa antes do lançamento, o que acabou não acontecendo.

Ela ainda retruca o rapper sobre o incidente do VMA’s, em que Kanye tirou o microfone de sua mão e afirmou que ela não merecia ganhar aquela categoria. “Eu vendi 7 milhões daquele álbum [Fearless] antes de você fazer o que fez, mas você não me conhecia antes disso“, ironizou. Eita!

E aí, o que achou de tudo isso?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s