Show do Foo Fighters emociona 55 mil em SP e tem até pedido de casamento

Banda de Dave Grohl lotou o estádio do Morumbi na noite de sexta-feira (23/1)

Já virou senso comum chamar Dave Grohl de “o cara mais legal do rock” e na noite de sexta-feira (23/1), em São Paulo, as 55 mil pessoas que foram ao estádio do Morumbi puderam ver isso de perto.

O Foo Fighters tocou pela primeira vez na capital paulista com um “show próprio”, antes havia tocado na primeira edição do Lollapalooza Brasil, em 2012, o que deu liberdade para a banda esticar o quanto quisesse sua apresentação de quase 3 horas. Isso mesmo que vocês leram, TRÊS HORAS!

Something From Nothing , do recente álbum Sonic Highways , abriu a noite, mas só empolgou porque era a canção que introduzia o Foo Fighters no palco, mas não demorou para os primeiros hits aparecerem: logo vieram The Pretender, Learn to Fly, Breakout (com todo mundo gritando muito o refrão), Arlandria e My Hero (deixando gente com os olhos marejados).

Dave Grohl sabe muito bem o que fazer e dizer no palco. Ele fez caretas, caiu (se levantando rapidamente), falou com a galera (“Parou de chover, a noite está linda. Faz um tempo que nós não vínhamos aqui. Quem nunca viu a gente? Quem já viu? Para todos aqueles que ainda não tinham nos visto, onde vocês estavam, p…?”) e até ajudou um pedido de casamento.

Com violão em punho e no “palco B” (entre Skin and Bones e Wheels ), uma passarela que ia até a pista comum (onde ele estava), Grohl avisou: “Vamos fazer algo que a gente não costuma fazer em show”, para em seguida um rapaz chamado Vinícius subir ao palco, se ajoelhar e pedir, em inglês, a namorada Mônica em casamento. Foi de arrepiar!

Depois de uma versão semi acústica de Times Like These (escorreu outra lagriminha aqui), a banda toda se reuniu no meio da passarela, em um palco giratório, para tocar os clássicos do rock Detroit Rock City (do Kiss), Stay With Me (do Faces) e duas do Queen: Tie Your Mother Down (com Dave Grohl na bateria e Taylor Hawkins nos vocais) e Under Pressure .

Ao contrário da maioria dos shows, o Foo Fighters não deixou o palco para voltar para o bis. A sequência final veio com outros hits como All My Life, These Days e Best of You . Mas a canção mais esperada da noite (não é por acaso que ela fecha os shows do FF) foi Everlong .

Antes de fazer um coral de 55 mil pessoas, Grohl destacou o fato dos brasileiros esticarem todas as músicas (já que a galera não parou de cantar a melodia de Best of You ), falou que aquele era um dos maiores públicos da banda e de quebra disse que odeia dizer adeus, fazendo de Everlong a despedida perfeita para uma noite inesquecível, que nem a chuva foi capaz de atrapalhar!

Veja a lista de músicas que rolaram no show:

Something From Nothing

The Pretender

Learn to Fly

Breakout

Arlandria

My Hero

Congregation

Walk

Cold Day in the Sun

I’ll Stick Around

Monkey Wrench

Skin and Bones

Wheels

B-Stage

Times Like These

Detroit Rock City

Stay With Me

Tie Your Mother Down (Queen cover)

Under Pressure (Queen & David Bowie cover)

All My Life

These Days

Outside

Best of You

Everlong

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s