O Garoto do Cachecol Vermelho: autora conta detalhes sobre o filme

O livro de Ana Beatriz Brandão será adaptado para o cinema com nomes como Nanda Lisboa e Leo Picon no elenco

Ana Beatriz Brandão começou a escrever livros aos 14 anos e, hoje, aos 19, ela tem cinco obras publicadas e duas que ganharão as telonas em breve! Sim, a autora de O Garoto do Cachecol Vermelho e do spin-off A Garota das Sapatilhas Brancas conversou com a CAPRICHO sobre como foi ver as páginas de seus livros ganhando vida na frente das câmeras.

A trama conta a história emocionante de Daniel e Melissa. Ela, uma bailarina linda, rica e mimada que sempre teve tudo na palma da mão, vê sua vida virar de cabeça para baixo depois de conhecer ele, um garoto cheio de mistérios. No cinema, eles serão interpretados por Nanda Lisboa (de Sangue Bom e Araguaia) e Leo Picon. Giovanna Chaves também está no elenco.

Vem ver o que esperar do filme!

CH: Você começou a escrever livros desde muito novinha. Quais foram as maiores dificuldades que encontrou para entrar no mercado editorial tão jovem?

ANA BEATRIZ BRANDÃO: Acho que entrar no mercado editorial não é tão difícil, é muito mais complicado se manter nele. Uma das grandes barreiras que enfrento até hoje é a questão da idade. Muitos costumam não olhar com bons olhos obras escritas por autores jovens, como se o trabalho pudesse ser medido pela quantidade de experiencias que a gente viveu. Mas você não precisa matar alguém para saber escrever sobre um assassino. Acredito que com muita pesquisa é possível escrever sobre qualquer coisa.

CH: De onde veio a inspiração para O Garoto do Cachecol Vermelho?

ANA BEATRIZ: Como a maioria dos meus livros, ele surgiu de um sonho com uma mulher gritando ao lado da minha cama histericamente para que eu escutasse a história dela, e um cara de braços cruzados, encostado na parede, e rindo da cara dela. Isso é tão Daniel e Melissa! Já a escolha do tema abordado veio da minha vontade de falar sobre algo que não era tão conhecido pelas pessoas e que precisava ser divulgado. Não vou contar pra não dar spoiler, né?

CH: Como se sente ao saber que seu livro vai virar um filme?

ANA BEATRIZ: Acho que a ficha ainda não caiu por completo. Quando gravamos o teaser promocional no ano passado, senti um pouco do que está por vir. Foram sete dias de gravações e não teve um momento em que eu não me sentisse em um sonho.

CH: Como foi o processo de levar o livro para as telas? Você se envolveu no roteiro e na escolha do elenco?

ANA BEATRIZ: Está sendo algo totalmente diferente de tudo o que eu já imaginei. Participei de cada detalhe da pré-produção e tive uma reunião com a roteirista para a definição das cenas dos livros que entraram no filme. A escolha dos atores foi a mesma coisa, até participei de audições. É muito legal!

CH: O que sentiu ao ver Nanda Lisboa, Leo Picon e Giovanna Chaves nos papéis dos personagens que você mesma criou?

ANA BEATRIZ: Eu chorei! Quando vi a Nanda falando as frases ditas pela Melissa, o Léo usando o cachecol vermelho e a Giovana cantando, eu só sabia tremer e chorar de emoção.

CH: O filme já tem data de estreia?

ANA BEATRIZ: Ele está previsto para o final desse ano ou, no máximo, para o inicio do ano que vem. Estamos de dedinhos cruzados para que seja o mais breve possível!

CH: Vai rolar um filme de A Garota das Sapatilhas Brancas também? Ou de outro livro seu?

ANA BEATRIZ: Na verdade o filme O Garoto do Cachecol Vermelho é uma junção dos dois livros. Teremos cenas do livro de O Garoto e também muitos momentos do livro A Garota. Sobre outras adaptações, só posso dizer que talvez. (risos)

View this post on Instagram

Pausa nas postagens de férias para essa foto!!! . Essa semana teve gravação especial relacionada ao filme, com a nossa Leninha, que ganhará vida através da linda @giovannachaves. Eu não pude acompanhar, mas meu coração estava lá. A ansiedade pra ver a história do livro “O garoto do cachecol vermelho” se transformar em filme, tá ficando casa vez maior. Uma história que nasceu de um sonho com uma bailarina gritando comigo, me pedindo pra ouvir o que ela tinha pra me contar e, atrás dela, de braços cruzados e rindo da nossa cara, um garoto com um sorriso cativante e um cachecol vermelho enrolado no pescoço. Vem, filme, que não aguento de ansiedade!!! ❤️

A post shared by ⁑Ana Beatriz Brandão⁑ (@anabeatrizbrandaoof) on

CH: Que dica daria para quem quer começar a escrever ficção?

ANA BEATRIZ: Se tem uma ideia legal, comece a escrever! E também leia muito, pesquise bastante, leia mais um pouco, e escreva! Acho que esses são os segredos para qualquer pessoa que queira escrever um livro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s