Namorada de Lucas, do Fresno: “Ele adora fazer surpresinhas”

Num papo só de menina com a CAPRICHO, Nicolle Albiero, namorada do vocalista Lucas, da banda Fresno, contou que o roqueiro faz o tipo romântico e adora se declarar.

Sair com um cara de banda não é nada fácil: aguentar as garotas gritando, fazendo loucuras e dando em cima do seu namorado vira rotina e não dá pra ficar de ciuminho o tempo todo. Apesar da badalação em torno do namorado, a curitibana Nicolle Albeiro, de 23 anos, não se incomoda com as fãs que vivem querendo um pedacinho de Lucas, vocalista do Fresno .

 

CAPRICHO: Como vocês se conheceram! Você era fã de Fresno?

Nicolle: Não, eu não era fã dos garotos. Eu e o Lucas nos conhecemos por que eu curtia esse tipo de música e tinha vários amigos que tinham banda. Viramos amigos e sempre conversávamos. A partir daí surgiu um sentimento diferente (risos).

E foi aí que vocês começaram a namorar?

Não, a história é meio complicada. Antes de eu começar a namorar com o Lucas, eu tinha uma amiga que era super apaixonada por ele…

Nossa! Deve ter sido complicado então…

Demais (risos)! Mas depois ela desencanou dele. Antes de começarmos a namorar, o Lucas fez uma loucura pra mostrar que estava mesmo a fim de mim. Ele foi de Porto Alegre até Curitiba de carro para me ver em casa. Lembro que ele tocou a campainha e como ninguém atendeu, ele ligou no meu celular e disse “eu estou aqui na frente e preciso falar com você”. Na época eu namorava outro cara e disse para ele que não tava em casa. Ele foi embora desconsolado, tadinho!

Então você rejeitou o Lucas do Fresno?

(risos) No começo sim. Meu namoro com o outro cara ainda estava meio assim e eu não tinha certeza se o Lucas queria mesmo algo sério. Começamos a namorar só um ano depois de ele ter ido lá em casa.

E como você percebeu que ele estava a fim mesmo?

Eu e o Lucas sempre conversávamos muito, mesmo depois de eu ter deixado ele esperando no meu portão (risos). Costumávamos escrever um para o outro e eu comecei a perceber que ele estava ficando bastante inspirado, escrevia coisas lindas. Mas não fiquei só nisso pra me garantir. Sempre procurava sinais de que ele estava a fim, por mais bestas e loucos que eles eram (risos). Quando a MTV estava ligada, eu pensava: “Se o clipe deles tocar agora, enquanto eu estou assistindo, é porque alguém tá querendo me dizer que é pra rolar”.

Que legal! E agora que vocês estão juntos, o que gostam de fazer nas horas vagas?

Eu e o Lucas temos bastante coisa em comum. Primeiro que gostamos do mesmo tipo de música e segundo que nós escrevemos bastante, como eu disse. Saímos juntos para shows e gostamos muito de jantar fora também.

Você sente ciúmes das garotas atrás dele toda hora?

(risos) Eu não tenho ciúmes das meninas que ficam gritando por ele nos shows ou nos programas. Eu fico meio assim quando a gente sai pra jantar juntos e de repente aparece alguém querendo um autógrafo ou uma foto. Mas eu entendo! Ele toca numa banda e as garotas curtem as músicas deles.

Vocês se veem bastante?

É bem complicado. Eu estou em São Paulo fazendo minha monografia, mas moro em Curitiba. Passo a semana toda focada nisso e aos finais de semana, quase sempre ele tem show. Mas nós sempre damos um jeitinho (risos).

Você vai aos shows do Fresno?

Não sou muito de ir a shows dele não. Todo mundo pensa que as namoradas dos roqueiros sempre estão lá, mas eu não vou. Não fico no pé dele o tempo inteiro.

Então você confia bastante, né?

Demais! É que eu já conhecia o Lucas antes de ele ficar famoso. Antes de começarmos a namorar, eu já ouvia zoações dos amigos dele. Eles falavam que o Lucas era o mais sem graça da banda porque ele não ficava com ninguém, não se aproveitava da fama pra ficar com as meninas nas baladas e tudo mais. Eu achava super legal.

Como é o Lucas quando tá namorando?

Ele é super romântico. É de se declarar, querer ficar junto e fazer supresinhas. Lembro que várias vezes ele disse que não podia me ver e eu ficava triste, mas depois de umas horas me ligava da rodoviária da minha cidade, dizendo que estava lá para me ver. Ele é demais. Não consigo achar nada que me incomode nele.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s